23.2 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Litoral Sul: Piúma terá micropolo industrial

O objetivo é estimular o desenvolvimento na região Sul do Estado, um investimento de R$ 7,69 milhões

Piúma vai contar com um micropolo industrial. O Governo do Estado já assinou a Ordem de Serviço para as obras de infraestrutura na microrregião Litoral Sul, onde o município está localizado. O investimento total é de R$ 7,69 milhões.

Ao todo, serão destinados 62.629,89 metros quadrados para quadras industriais, mais 6.026,28 metros quadrados nas quadras de utilização especial e 8.704,80 metros quadrados destinados ao uso público.

- Continua após a publicidade -

Sobre o Projeto

O empreendimento terá três quadras industriais, que poderão abrigar diversos tipos de atividades. O projeto situado às margens da Rodovia Jorge Feres inclui também áreas para abrigar atividades de interesse da municipalidade e para a instalação de equipamentos comunitários.

O Departamento de Edificações e Rodovias do Espírito Santo (DER-ES) também vai realizar a implantação de aproximadamente 1,7 quilômetros de pavimento intertravado, com pista de rolamento de 4 metros de largura, estacionamento e calçada.

Renda e Desenvolvimento

O governador do Estado, Renato Casagrande, assinou a ordem de serviço para as obras do micropolo na manhã de sábado (29).

Litoral Sul: Piúma terá micropolo industrial
A ordem de serviço para as obras já foi assinada pelo governador Casagrande. Foto: Secom/Governo do Estado

“É uma alegria dar essa Ordem de Serviço para o micropolo industrial de Piúma, que vai receber toda a infraestrutura. Temos aqui empresas importantes que vão gerar renda e desenvolvimento. Na semana passada, publicamos o edital para obras do Contorno de Piúma, que vai organizar o trânsito e o fluxo de pessoas, ajudando o turismo em todo litoral sul capixaba. Temos projetos complementares em andamento para contratarmos as obras da orla de Piúma. Com esses investimentos, o município vai se desenvolver ainda mais”, afirmou.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, também compareceu à assinatura. “Não medimos esforços para estimular o desenvolvimento regional. Por isso, é tão importante que as regiões tenham áreas empresariais preparadas para receber projetos de empresas locais e também de fora do Estado. O Espírito Santo tem um enorme potencial de atração de negócios. Este estímulo por meio da estruturação de polos empresariais tem forte impacto na economia, gerando oportunidades para pequenos empreendedores, fornecedores locais, prestadores de serviço, assim como para empresas de maior porte”, explicou.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA