Quiosque é interditado nesta quinta (02), em Vila Velha

Quiosque foi interditado após acidente que deixou seis pessoas feridas. - Foto: Paulo Borges Filho / PMVV

A interdição ocorreu no Quiosque do Vitalino, onde aconteceu um acidente pirotécnico na virada de ano

O Quiosque Vitalino, na orla de Itaparica, em Vila Velha, foi interditado nesta quinta-feira (02), por conta de um acidente pirotécnico que ocorreu na madrugada da quarta-feira (1º) e deixou seis pessoas feridas.

A interdição foi realizada por fiscais de Posturas da Prefeitura de Vila Velha, com o apoio da Guarda Municipal e fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que agiram em utilização da Coordenação de Posturas, baseada nos artigos 37 e 38 da Lei nº 5.406/13 e Artigo 65 da lei complementar nº 010/206.

“O responsável foi autuado no valor de R$ 6.596,80 por colocar em risco a segurança da população no dia da festa. Vale lembrar que o mesmo não tinha autorização do município para shows pirotécnicos. Esta ação foi necessária devido às diversas irregularidades baseadas no Código de Posturas”, contou a secretária municipal de Serviços Urbanos em exercício, Maria Cândida Donatelli.

Acidente

A explosão aconteceu no quiosque do Vitalino, quando moradores e turistas celebravam a chegada do novo ano. Entre os feridos estão um menino de sete anos, que foi atingido pelas fagulhas e levado ao Hospital Infantil de Vila Velha (Himaba).

Confira o momento em que os fogos explodem e atingem pessoas:

Uma idosa de 75 anos também está entre as vítimas. A filha tentou protegê-la, mas ainda assim não foi o suficiente. Ela foi encaminhada ao PA da Glória com ferimentos na perna.

Uma mulher, de 22 anos, possivelmente vítima da explosão de fogos em Itaparica, também deu entrada no PA Glória com queimaduras de 2º grau na coxa direita e 1º grau no glúteo. Foi atendida por médico cirurgião plantonista medicada e liberada.

Sem autorização

Por meio de nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que o quiosque não tinha autorização para a realização de shows pirotécnicos. Nesses casos, a autorização é dada pelo setor de Posturas da Secretaria de Serviços Urbanos da Prefeitura de Vila Velha e também do Corpo de Bombeiros.

Em uma vistoria realizada na tarde do dia 31 no local, a fiscalização não identificou qualquer indicio da realização de queima de fogos e também não houve nenhuma solicitação formal para o evento.

A prefeitura esclarece, ainda, que os fogos de artifício instalados pela municipalidade na orla ficam em balsas em alto mar, em uma distância segura da areia, para prevenir situações adversas como a que ocorreu em Itaparica.

Leia também:
Conteúdo Publicitário