18.9 C
Vitória
quinta-feira, 9 julho, 2020

É preciso suplementar o que não conseguimos ingerir pela alimentação

Leia Também

ES registra mais de 58 mil pessoas confirmadas com o novo coronavírus

Destes, 39.609 já estão curados. O número de mortes também subiu nas últimas 24 horas. São 1.911 óbitos, ante os 1.879 de ontem (07). O índice de letalidade está em 3,26%.

Provas do Enem serão realizadas em janeiro de 2021

O anúncio foi realizado por meio de coletiva de imprensa, que contou com a presença do secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes.

Vendas de veículos novos apresentam retração em maio

Já no acumulado dos cinco meses de 2020, os 21.187 veículos emplacados registraram 25,98% abaixo do resultado verificado no mesmo período do ano passado, quando foram  vendidas 28.624 unidades.

Mais recursos para atendimento a pessoas em situação de rua

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), a verba será doada pelo governo estadual, que repassará R$ 376,2 mil para a realização de ações em três meses.

Farmacêutico faz um alerta sobre a importância da suplementação alimentar para que nosso organismo tenha todos os nutrientes, vitaminas e ativos necessários para viver saudavelmente a longo prazo

Uma alimentação correta e orientada seria suficiente para nosso corpo suprir os principais micronutrientes que precisamos como vitaminas, sais minerais, proteínas, gorduras, entre outras coisas. Porém, além da maioria das pessoas não se alimentarem corretamente, existem muitos nutrientes que nosso corpo não consegue produzir sozinho e são essenciais para a nossa vitalidade. E é por isso que a suplementação alimentar orientada ganha cada vez mais espaço na rotina de quem quer se cuidar.

Segundo o farmacêutico da Pharmapele Vila Velha, Márcio Mendes Mello, um exemplo muito básico da suplementação é a vitamina D, pois mesmo muitas pessoas pegando sol, indo à praia, muita gente tem insuficiência desse elemento e precisa fazer a reposição.

“Assim como o ômega 3, principalmente ingerido por meio de alguns peixes, que não é algo que faz parte da rotina alimentar da maioria das pessoas, por isso se tornou um suplemento muito importante há décadas”, explica ele.

Nosso organismo também precisa da ingestão de diversos aminoácidos para que eles possam produzir proteínas, a chamada Síntese Proteica. Segundo Márcio, alguns deles chamados essenciais são difíceis de serem ingeridos por meio da alimentação. São eles: Leucina, Fenilalanina, Valina, Lisina, Isoleucina, Treonina, Metionina, Triptofano. Por isso a maioria dos médicos sugerem a suplementação como, por exemplo, com o Aminnu Eaas, um suplemento que é uma combinação dos oito aminoácidos essenciais, possui baixa ingestão calórica, sem açúcar e rápida absorção de comprovadamente 99% dos aminoácidos.

“Os aminoácidos são essenciais para a produção de mais de 50 mil proteínas e mais de 15 mil enzimas que são responsáveis por estruturar os tecidos, atuar nos sistemas de defesa do organismo, construção celular, sem falar que influenciam o humor, a concentração, a atenção e o sono”, explica.

O farmacêutico também alerta que qualquer suplementação deve ser orientada por um farmacêutico, nutrólogo ou médico especializado dependendo do tipo de suplementação. Pois assim como a alimentação, a suplementação faz diferença de acordo com o organismo de cada um. A quantidade de vitamina necessária para o corpo de um adulto, por exemplo, é diferente para um idoso. É preciso ficar atento, pois o excesso de suplementação não recomendada é prejudicial à saúde.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vendas do varejo sobem 13,9% em maio ante abril, revela IBGE

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam queda de 8,6% no ano e redução de 1% em 12 meses. Confira! Por Daniela Amorim (AE) As vendas...

Sicoob ES vai liberar R$ 200 milhões para produtores de café

O volume será disponibilizado mais cedo este ano, neste mês, como uma medida do Ministério da Agricultura para apoiar o setor neste momento de pandemia.

Dia Mundial do Chocolate: destaque na produção da matéria-prima no ES

O Espírito Santo produz cerca de oito mil toneladas de cacau por ano. Isso porque o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) apoia os agricultores, fomentando a produção de cacau no território capixaba.

Ministérios defendem venda de refinarias após Congresso pedir bloqueio

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota. Saiba mais!  A privatização de refinarias da Petrobras encontra aval em decisões recentes do Supremo...

Vida Capixaba

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.

Centro de Quarentena começa a funcionar em Vitória

A previsão é acolher cerca de 800 pessoas até o fim do ano. E para atender os pacientes, foi montada uma equipe com 44 profissionais, entre assistentes sociais, técnicos de enfermagem, entre outros.
Continua após publicidade