27.1 C
Vitória
quarta-feira, 12 agosto, 2020

A importância de desenvolver a criatividade na velhice

Leia Também

Alpinismo industrial na Terceira Ponte

A Terceira Ponte será foco de mais uma ação de manutenção preventiva. O trabalho, que começou nesta semana, está sendo realizado para reparos na...

Campanha Compre do Pequeno tem foco na valorização do comércio local

Os impactos causados pela pandemia em pequenos negócios em todo o país mostram o quanto é importante incentivar ainda mais práticas que ofereçam impulso...

A luta dos municípios contra a queda de arrecadação

Contra a queda de arrecadação: montante dessa queda pode chegar a 15%, o que representa uma perda de R$ 1 bilhão. Situação no interior é pior

Estimular a mente e desenvolver novas habilidades é vital para um envelhecimento saudável

Quanto mais a população envelhece, mais se fala em maneiras de se viver mais e melhor: ter uma boa alimentação, praticar exercícios físicos e manter bons relacionamentos. No entanto, pouco se fala sobre a importância da criatividade para o idoso. Por isso, para celebrar o Dia da Criatividade, comemorado hoje (17), a arterapeuta Renata Sudré, da Jequitibá Residência Assistida, fala sobre como exercitar a mente e desenvolver novas habilidades na velhice.

Segundo Renata, o cérebro desenvolve novas conexões ao executar um trabalho manual, o que ativa a memória e a concentração. “A arte incentiva o autoconhecimento e ajuda a desenvolver novas aptidões. Com isso, o idoso é convidado a se expressar e a perceber lembranças e desejos por meio de uma produção individual, colocando suas habilidades em prática”, comenta.

Para o psicólogo da Gustavo Souza, da mesma casa de acolhimento de idosos, atividades como as oficinas de criatividade estimulam diferentes níveis de raciocínio, melhoram a capacidade cognitiva e proporcionam mais segurança e engajamento com a vida. Além disso, participar de atividades diferenciadas e que fujam da rotina já estabelecida também pode reduzir as chances de desenvolver algumas doenças como o Alzheimer e a depressão.

“São inúmeras as atividades recreativas que estimulam novos sentidos e ainda promovem a interação e aproximação familiar. No entanto, para desenvolver a criatividade e aprender algo novo na velhice é fundamental que a pessoa encontre satisfação e, principalmente, o sentido de autorrealização. A participação sempre deve ser voluntária e marcada pelo protagonismo e o contentamento”, completa o psicólogo.

Além da arte, existem outras atividades que ajudam a desenvolver a criatividade na vida dos idosos. Conheça algumas:

Dança e atividades físicas: estimulam a flexibilidade, a postura e o equilíbrio;
Música: traz alegria e ativa várias partes do cérebro, melhorando a capacidade cognitiva;
Ioga: promove a calma, contribui para melhores postura e coordenação motora, e ajuda a diminuir a pressão arterial;
Grupo terapêutico: as conversas buscam a inclusão social ao debater questões como a velhice protagonista, os relacionamentos, as potencialidades e as limitações.

Leia também
Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

ESB 179 Digital
Continua após publicidade

Fique por dentro

Setores mais afetados pelo distanciamento social seguem deprimidos, diz BC

Ao avaliar o futuro da atividade econômica, o BC repetiu a ideia de que "a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual

Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano de 2020 em 250,5 milhões de toneladas. Com informações da Agência BrasilCaso a...

211 vagas de emprego em Cariacica

Os munícipes têm a ajuda da Agência do Trabalhador, que esta semana está divulgando 211 vagas, sendo 55 são destinadas à Pessoa com Deficiência...

Estimativa para Selic no fim de 2020 permanece em 2,00% ao ano no Focus do BC

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2020. O Relatório de Mercado...

Vida Capixaba

O Pequeno Príncipe traz poesia às telas em espetáculo ao vivo

Conhecido do público infantil e adulto, o conto ‘O Pequeno Príncipe’, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, sai dos livros e chega aos palcos,...

Bike se populariza em tempos de coronavírus

Para fugir das lotações, dos atrasos e riscos de contaminação do transporte público, muitas pessoas se tornaram adeptas das bicicletas neste período Que táxi, que...

31ª Dez Milhas Garoto é adiada para 2021

Com a insegurança em relação a propagação do vírus do Covid-19 pelo Brasil, os principais players do mercado de eventos, feiras e congressos do...

Mostra on-line de arte e cultura em Vitória

A distância dos palcos não impediu que os alunos dos espaços culturais da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) se apresentassem ao público em 2020. Durante...
Continua após publicidade