22.1 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Deputados vão votar projeto de isenção de ICMS

A proposta do Governo consta para leitura na sessão da Ales . Foto: Divulgação (Ales)

O projeto é do Governo do Estado, que com a isenção do ICMS quer ajudar a industria capixaba, já que Rio e MG já concederam o benefício

Por Josué de Oliveira

O governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa (Ales) uma proposta de isenção do Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações de pedra britada, ou brita, como é popularmente chamada.

O Projeto de Lei (PL) 143/2022 consta para leitura na sessão desta terça-feira (10), quando também deve ser votado requerimento para que a proposta tramite em urgência na Ales.

Segundo o governo, em sua justificativa, ele afirma que o objetivo da proposta é sanar um desequilíbrio provocado pela adesão dos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro à isenção do ICMS.

Segundo o governo capixaba, isso prejudicou as indústrias capixabas que comercializam esse tipo de pedra, muito utilizada na construção civil.

A medida “provocou perda de mercado das indústrias capixabas, devido ao desequilíbrio concorrencial e tributário, em relação às concorrentes localizadas no Rio de Janeiro e em Minas Gerais”, explica o governador Renato Casagrande (PSB).

Na mensagem encaminhada ao Legislativo, o governo apresentou as arrecadações do ICMS relativas às operações de pedra britada no estado, nos anos de 2018, 2019 e 2020.

O Estado recolheu nesses anos R$ 3,6 milhões, R$ 4,7 milhões e R$ 5,7 milhões, respectivamente, o que gera uma média anual de R$ 4,6 milhões na arrecadação do imposto pela comercialização da mercadoria.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade