21 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro, 2020
- Advertisement -

TAG

O ENDEREÇO DA HISTÓRIA

Dr. Ciro Vieira da Cunha

Além de médico, Ciro Vieira da Cunha foi professor, poeta, biógrafo, cronista e principalmente jornalista. Em 1932, abandonou a medicina e a política e se mudou para Vitória, onde passou a exercer sua vocação como homem de imprensa.

General Manuel Luís Osório

O patrono da Arma de Cavalaria do Exército Brasileiro. Manuel Luís Osório nasceu no dia 10 de maio de 1808, em Osório, Rio Grande do Sul

José Celso Cláudio

Educador por vocação, José Celso Cláudio ocupou relevantes setores da área no Estado, quer como professor quer como servidor público.

Atílio Vivácqua

Neto de imigrantes italianos que se deslocaram para o município de Muniz Freire, Atílio Vivácqua nasceu no dia 11 de outubro de 1894, filho de José Antônio Vivácqua e Etelvina Souza Monteiro Vivácqua.

Artur da Costa e Silva

O segundo presidente do Brasil durante a ditadura militar Artur da Costa e Silva nasceu em Taquari, no interior do Rio Grande do Sul, no dia 3 de outubro de 1899

O Endereço da História

Fotos : Jackson Gonçalves  Confira em nossa galeria, as principais fotos da Rua : Diocleciano de Oliveira.

Latest news

Sesa divulga portaria sobre a Covid-19

A secretaria de Estado da Saúde publicou no diário oficial uma nova portaria que define as medidas a serem tomadas para o enfretamento a Covid-19 no Estado

Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

No próximo dia 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O dia tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue pela ação de doar

Câncer Infantojuvenil, ainda faltam avanços

Enfrentamento a doença foi debatida em reunião online com autoridades do Estado e de Instituições ligadas ao combate a doença

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África
- Advertisement -