Uso de plástico descartável será proibido no Canadá

Foto: Reprodução

A intenção é que haja cada vez mais redução até 2021. Menos de 10% do plástico utilizado no país é reciclado 

Pensando em atitudes que valorizem o meio ambiente, o Canadá começará a proibir o uso de plásticos descartáveis, como sacolas plásticas, garrafas e canudos, até 2021. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau nessa segunda-feira (10).

Segundo Trudeau esta é uma forma de combater a poluição ambiental dos oceanos causada pelos resíduos, já que menos de 10% do plástico utilizado no país é reciclado.

Com a decisão, as empresas que produzem ou que vendem itens como embalagens plásticas, serão responsáveis pela coleta e reciclagem do resíduo. Isso porque a China proibiu a entrada de lixo plástico no país desde janeiro do ano passado.

A China deixou de ser o grande depósito de lixo do planeta. – Foto: Prylarer/Creative Commons
União Europeia

O primeiro-ministro do Canadá afirmou que a decisão sobre quais itens serão proibidos será baseada em evidência científica, replicando de forma similar as medidas tomadas pela União Europeia.

Em março deste ano, o parlamento europeu decidiu proibir uma série de produtos plásticos descartáveis, incluindo cotonetes, canudos, copos, pratos e talheres também até 2021. A proposta foi aprovada em Estrasburgo, na França, com 560 votos favoráveis, 35 contrários e 28 abstenções.

Os produtos proibidos são chamados plásticos oxidegradáveis – que ao se degradar se dividem em pequenas partículas –, bem como os recipientes de poliestireno expandido, frequentemente utilizados em embalagens de comidas para viagem.

Além disso, a intenção é reciclar 90% das garrafas de plástico até 2029, além de obrigar que sua composição contenha 25% de material reciclado até 2025 e 30% até 2030.

 

Conteúdo Publicitário