23.9 C
Vitória
domingo, 24 maio, 2020

Como a crise pode transformar as pessoas?

Leia Também

“Os Saltimbancos” no Diversão em Cena ArcelorMittal Online

A história gira em torno de um grupo de animais descontentes com a vida no campo se aventura pela cidade, em busca de uma carreia musical.

Como a crise pode transformar as pessoas?

Cada indivíduo tem tentado buscar inovações e novas posturas em meio a situação  de incerteza onde o aprendizado, visões e valores tem sido reconfigurados para vencer os desafios ora estabelecidos.

Robô virtual de Vila Velha oferta cursos gratuitos pelo Whatsapp

O primeiro curso divulgado é o “Empreenda Vila Velha Digital”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).

Vila Velha 485 anos: um município cheio de riquezas e cenários paradisíacos

Nesta quinta-feira (23), é celebrado o Dia da Colonização do Solo Espírito-Santense, e também os 485 anos de Vila Velha. Confira um pouco sobre a cidade!

A depressão e outras doenças tem mexido com as pessoas, mas como será que elas estarão emocional e psicologicamente no fim da pandemia?

Por Dino divulgador de notícias

A crise mundial que se instalou em 2020 com a pandemia provocada pelo coronavírus, trouxe diversos desafios. Entre eles o individual e o familiar, social, profissional e financeiro. Cada indivíduo tem tentado buscar inovações e novas posturas em meio a situação  de incerteza onde o aprendizado, visões e valores tem sido reconfigurados para vencer os desafios ora estabelecidos.

Sandra Cristina Loverri, Pesquisadora do Comportamento Humano com foco ontológico e epistemológico, afirma que “muitas vezes não se observa a sobrecarga de obrigações que contribui para o surgimento demasiado do desgaste físico que se acumula frente aos enfrentamentos diários que por hábitos impostos, culmina em desequilíbrios mentais e emocionais, transtornos familiares, vícios, entre outras perturbações que cedem espaço para instaurar a depressão e depreciação do Ser”.

Segundo dados da OMS – Organização Mundial da Saúde – a depressão há vários anos está à frente no ranking da doença mais incapacitante do mundo, privando em grau superior a convivência em todas as áreas da vida.

Com o isolamento social e a desaceleração inesperada da economia, reduzindo a possibilidade de manter a renda financeira, as pessoas passaram a sentir medo, insegurança e ansiedade. “Sem perceber o quão prejudicial e paralisante é o distanciamento de si mesmo, nesta fase do isolamento e distanciamento social as pessoas se deparam com a mesma agitação e exigência externa, dentro de si. A vida moderna é um grande avanço para a humanidade, no entanto, não se pode criar insensibilidade e desconhecer a fórmula da alegria, da apreciação do belo, simples e natural que nos conectam com a essência primordial do Ser para dissolver essa concentração de pensamentos e sensações indesejados. Essa desconexão reforça, inconscientemente, exigências externas, tornando as pessoas muito longe do âmago essencial da sua própria natureza revelando incompetência inconsciente a percepção do que é felicidade. É do confinamento mental que surgem emoções e sentimentos destrutivos que tendem a levar o comportamento humano às reações e conflitos, sem ampliar a visão e a mentalidade, se cultiva distrações ao invés de foco para aprender e se desenvolver continuamente, detendo o respeito às próprias inspirações criativas para um discernimento adequado e assertivo nas tomadas de decisões e no direcionamento do seu bem-estar”, esclarece Loverri.

A Pesquisadora – criadora do Método cientifico-pedagógico Holos Consciousness Comportamento Humano, Desenvolvimento Pessoal e Alta Performance – alerta, no entanto, que “todas as crises trazem uma necessidade iminente de desapego da superficialidade, o grande desafio é explorar em si mesmo os seus melhores conteúdos e encerrar processos de autossabotagem para reestabelecer a ordem em níveis mais abrangentes. Uma proposta para encontrar respostas curativas que conduza ao equilíbrio, é integrar à vida a educação do autoconhecimento e desenvolvimento pessoal de modo a adquirir conhecimentos científicos, consistentes e comprovados no aprimoramento do corpo, mente e espírito que torne os indivíduos plenamente capazes de ressignificar crenças e valores para entender e atuar na sua realidade pontuando focos assertivos acerca das soluções e resultados dos seus propósitos individuais e coletivos”.

E finaliza, “o conhecimento e o autoconhecimento geram uma participação consciente tornando possível afastar-se da linearidade conflituosa para emergir uma nova mentalidade que permita ampliar a visão de mundo e resgatar gentilezas, esperança, alegria e compaixão como pré-requisito para um acordo compassivo entre as pessoas, tornando-as integrativas e cooperativas para desenvolverem suas potencialidades e se realizarem em todos processos da sua existência ”

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Na pandemia, consumidores priorizam pagamento de despesas básicas, diz pesquisa

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus tem feito consumidores brasileiros priorizarem o pagamento das despesas domésticas mais básicas.

Receita abre consulta a 1º lote da restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal liberou na manhã desta sexta-feira, 22, a consulta ao primeiro lote da restituição do Imposto de Renda 2020.

É hora da volta do turismo?

Recepcionistas e camareiras de máscara e protetor facial. Termômetro de infravermelho no check-in. Café da manhã à la carte ou então servido no quarto. Grupos pequenos na visita a atrações.

Juros devem permanecer baixos por um tempo, segundo FMI

Tobias Adrian, sugeriu que os bancos retenham as receitas em seus balanços, evitando pagamento de dividendos, a fim de preservar as condições de capitais

Vida Capixaba

“Os Saltimbancos” no Diversão em Cena ArcelorMittal Online

A história gira em torno de um grupo de animais descontentes com a vida no campo se aventura pela cidade, em busca de uma carreia musical.

Medidas de distanciamento social podem durar até 2022, segundo pesquisa

De acordo com a pesquisa, caso não haja alguma vacina ou um tratamento aprimorado até 2022, medidas de distanciamento social prolongadas ou intercaladas deverão ser tomadas.

Nova avenida Vitória: 75% das obras estão concluídas

As obras começaram há sete meses e contempla a reabilitação e reurbanização da malha viária, além da implantação de ciclovia e trabalho de microdrenagem.

Prefeitura da Serra reduzirá salários de prefeito e secretários durante a pandemia

A intenção é que seja reduzido na folha de pagamento 30% dos salários do prefeito Audifax Barcelos e da vice-prefeita Marcia Lamas, e 10% dos salários dos secretários.
Continua após publicidade