Rosa Weber nega prorrogação de prazo para substituição de Lula em chapa

Foto: Nelson Jr. /SCO /STF

O prazo dado pelo TSE deu ao PT para fazer a substituição do candidato encerra nesta terça-feira (11)

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra Rosa Weber, negou o pedido de prorrogação do prazo para o PT substituir o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula na disputa pela Presidência da República. As informações são da Agência Brasil.

O prazo para substituição do nome do petista foi dado até esta terça-feira (11). Se não conseguirem alterá-lo o partido ficará sem coligação para participar da corrida eleitoral.

“Não se justifica, contudo, o deferimento do pedido de sustação da eficácia do acórdão recorrido, ainda que na pretensa extensão mínima”, diz a decisão da presidente do TSE.

Os advogados de Lula solicitaram a prorrogação do prazo até a próxima segunda-feira (17), sob a alegação de que é necessário considerar o apelo popular e as intenções de votos atribuídas ao ex-presidente nas pesquisas de opinião.

Caso Lula não seja o líder da chapa presidencial, o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, assumirá como candidato e a ex-deputada federal pelo Rio Grande do Sul, Manuela D’Ávila, será sua vice.

*Com informações da Agência Brasil


Leia mais:

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!