Temer cria equipe de transição para passar informações ao próximo governo

Foto: Cesar Itiberê/ Divulgação

A equipe será coordenada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que será responsável por direcionar as informações

O presidente Michel Temer anunciou, nessa segunda-feira (22), a equipe de transição do seu governo. Ele se reuniu com alguns ministros no Palácio do Planalto e afirmou que a transição será “muito tranquila” para o candidato que for eleito no próximo domingo (28).

Estiveram na reunião reunião o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia; de Minas e Energia, Moreira Franco; de Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha; da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo Fonseca, e Carlos Marun, da Secretaria de Governo.

“Nós faremos uma transição muito tranquila. Essa transição já está sendo equacionada, muitos dados já foram formatados pelas várias áreas de governo. Mas eu pretendo centralizar esta transição na figura do chefe da casa civil, Eliseu Padilha”, afirmou Temer.

Enquanto não há a eleição, o governo de Temer discutirá internamente as informações que serão repassadas à equipe de transição. “Peço para todos aqueles que aqui estão […] que ao dialogarem tragam o diálogo para o ministro-chefe da Casa Civil. Essa centralização que estou determinando é fundamental para que haja um diálogo muito produtivo entre quem chega e quem sai”, disse o presidente.

A transição será realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), localizado a seis quilômetros da Praça dos Três Poderes.

*Da redação com informações da Agência Brasil

Conteúdo Publicitário