22.1 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Serra: R$ 500 milhões em obras de saneamento básico até 2025

A ETE Manguinhos é a maior do município da Serra e recebeu investimentos em tecnologia que a tornaram também a mais eficiente. Foto: Divulgação

Entre as obras estão a modernização das ETEs, expansão do sistema de coleta e novas elevatórias de esgoto

Por Amanda Amaral

Até 2025, serão em torno de R$ 500 milhões investidos em saneamento básico na Serra. Entre as obras: modernização das Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), conclusão da expansão do sistema de coleta e instalação de novas estações elevatórias de esgoto.

A Ambiental Serra já investiu R$ 305 milhões desde de 2015, quando assumiu o serviço. A empresa é a responsável pela operação e manutenção do esgotamento sanitário no município por meio de uma parceria público-privado (PPP) com a Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN).

Para iniciar a reformulação das Estações, a empresa começou, em 2021, o processo de liberação junto ao Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH) e aguarda o licenciamento ambiental para execução dos investimentos, o que vai contribuir para aprimorar a eficiência do processo de tratamento do esgoto no município, dentro do prazo previsto no contrato de PPP.

ETEs Modernizadas

Entre as Estações de Tratamento que já foram modernizadas estão a ETE de Manguinhos, maior e mais eficiente da Serra, segundo a Ambiental Serra, que instalou um filtro com tecnologia italiana durante a obra, além de novos sistemas de aeração e outras melhorias.
Outra que já recebeu melhorias é a ETE Serra-sede, a qual teve substituído todo o material filtrante, calhas de aeração e do reator, além da reforma dos sopradores.

Vários locais do município da Serra receberão obras de esgotamento sanitário. Foto: Divulgação/PMS

Nas duas estações, foram investidos R$ 15 milhões nos dois locais. A capacidade delas juntas é de receber e tratar 438 milhões de litros de esgoto, um benefício para quase 100 mil pessoas.

Em todas as ETEs do município, a Ambiental Serra vem assegurando a manutenção e tratamento adequado do esgoto, obtendo os índices de eficiência exigidos, ou seja, de pelo menos 85%. Essa eficiência é atestada em análises feitas por laboratório credenciado e confirmada por verificador independente. Os resultados das análises também são encaminhados para validação do IEMA e da AGERH, que são os órgãos reguladores.

Performance no Saneamento

O índice médio de eficiência em todas as ETEs da Serra é superior a 85%, conforme afirma a Ambiental Serra. O município é o que apresenta o melhor desempenho em esgotamento sanitário entre as maiores cidades do Espírito Santo.

Cerca de 90% da população tem acesso aos serviços de coleta e tratamento de esgoto, o que coloca o município entre as 50 cidades do país com melhor performance no saneamento, segundo Ranking do Saneamento divulgado nesta semana pelo Instituto Trata Brasil.

Com informações da Ambiental Serra. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade