21.3 C
Vitória
domingo, 23 janeiro, 2022

Noite de balé promovida por capixabas

O espetáculo é uma dança sobre a amizade e sobre as peculiaridades de cada pessoa. Foto: Divulgação

O espetáculo foi promovido por capixabas em Portugal com coreografia da eslovaca Eva Urbanová

Dois bailarinos capixabas realizam um espetáculo de dança online neste domingo (06), no YouTube. A apresentação Idiossincrasia nasceu após o intercâmbio em Portugal de Gabriela Moriondo e Maicom Souza, com a coreógrafa eslovaca Eva Urbanová.

 

Com duração de 30 minutos e livre para todos os públicos, o trabalho é fruto da dedicação dos bailarinos em alcançar com o corpo um nível extremo de precisão de movimentos rígidos e afiados, além de um pólo extremo de movimentos pessoais, biográficos e idiossincráticos.

Amizade e inspiração

A coreografia foi desenvolvida dentro do período de três semanas. A apresentação é uma dança sobre a amizade, sobre as peculiaridades de cada pessoa, neste caso particular, as asas de Gabriela e as raízes de Maicom, e as caixas em que os dois habitam.

A partir deste imaginário Eva deu início ao processo de montagem, trazendo como inspiração o filme “O Lagosta” (2015), dirigido por Yorgos Lanthimos, e, a partir dele, levou aos bailarinos vários questionamentos sobre o que significa ser humano.

Personalidades na Dança

“A partir de então, começamos uma pesquisa de movimentos relacionais que partiam de um corpo frio ou de um corpo quente, emocionado ou sem emoção, sistemático ou livre. Experimentamos, portanto, desde diferentes brilhos do olhar até o último suspiro de um movimento catártico ou de um gesto afiado e mecânico. Utilizamos também elementos cênicos, criando quadrados e sistemas para seguirmos ou extrapolarmos durante a pesquisa”, conta Gabriela Moriondo.

Durante as três semanas de criação e desenvolvimento os bailarinos redigiram textos pessoais em escritas intuitivas sobre quem são, quem querem ser, como são, o que sonham, o que desejam, o que amam, o que pensam sobre o outro.

Eles recorreram também a informações sobre quem os dois são baseadas nas informações presentes em seus passaportes e documentos de identidade oficiais. A partir da reunião destas informações eles estavam prontos para refletir suas personalidades em forma de dança.

Gabriela e Maicon fizeram intercâmbio em Portugal. Foto: Divulgação

Conheça os artistas

Eva Urbanová

Mestra em coreografia pela Academy of Performing Arts, em Praga, estudou coreografia e dança contemporânea em seu intercâmbio no Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance, em Londres (UK). Eva vem trabalhando com o coreógrafo japonês Yukio Suzuki, a coreógrafa eslovaca Petra Fornayová, dentre outros. Como coreógrafa, ela cooperou com o Conservatório de Dança de Praga, com o Conservatório Janacek, em Ostrava, e com a companhia de dança júnior Bohemia Ballet. Em 2019 Eva foi selecionada como jovem coreógrafa para criar para o Central European Dance Theatre, em Budapeste (HU), e, no mesmo ano, seu trabalho “Women of dust” foi selecionado para ser apresentado no festival Mala Inventura na categoria Young blood.

Gabriela Moriondo

Artista capixaba, formada em Dança Contemporânea pela Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (2014), especializada em Estudos de Dança no Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance/UK (2016), qualificada em Performance de Dança Contemporânea (ATCL) pelo Trinity College London (2016), graduanda em Artes Plásticas na Universidade do Espírito Santo (UFES). Atua como bailarina, instrutora, coreógrafa e produtora cultural independente no Espírito Santo.

Maicom Souza e Silva

Capixaba, filósofo, bailarino, produtor cultural, instrutor de danças Negro-brasileiras e mestrando em Metafísica pela Universidade de Brasília – UnB. Trabalha como gestor e bailarino de Coletivo Emaranhado (2013), professor do Museu Capixaba do Negro “Verônica da Pas” MUCANE (2016) e está Sócio/Administrador da Bule Estúdio Criativo (2018) de produção cinematográfica e gestão de artes cênicas, todas atividades na cidade de Vitória, Espírito Santo/BR.

Ficha Técnica

Espetáculo de dança – Idiossincrasia

O espetáculo Idiossincrasia foi realizado em Lisboa (Portugal), nos Estúdios Victor Córdon. A arte gráfica é de Pedro Gimenes, com fotografia de Luís Felipe Roriz Stein, Larissa Antunes e Bernardo Firme. O teaser foi editado por Yuri Satélite. Trilha Sonora é “Terminal”, de Holly Herndon e Folha de Jurema. O evento conta com apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo (Secult).

Data: Quinta-feira (06) e domingo (09)
Horário: 19h – Entrada franca
Duração: 30 minutos
Classificação etária: Livre

Assista no YouTube

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade