24.9 C
Vitória
terça-feira, 23 abril, 2024

Polícia Civil avança nas investigações da morte do meio-campo Daniel

O jogador, que teve passagens pelo São Paulo, Cruzeiro, Botafogo e Coritiba, foi encontrado morto em Curitiba, no último sábado (24)

A Polícia Civil do Paraná avançou nas investigações da morte do meio-campo Daniel Corrêa de Freitas, morto no último sábado (27). O jogador, de 25 anos, foi encontrado em um matagal perto de uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

Nesta quinta-feira (1º), o suspeito de matar o ex-jogador foi preso na cidade em que ocorreu o crime. A prisão ocorreu na casa onde o empresário de 38 anos mora.

- Continua após a publicidade -

O advogado Claudio Dalledone, que defende o suspeito, afirmou que a prisão é temporária. A filha de 18 anos do suspeito, que não terá o nome divulgado para garantir a segurança do caso,  também foi presa nesta manhã, no mesmo local, segundo o advogado.

A esposa do suspeito se apresentou à polícia, na quarta (31). A mulher de 35 anos é mãe da jovem presa. O advogado disse que as duas também tiveram a prisão definida como temporária.

Investigação

A PC colheu depoimentos de familiares e amigos o que está levando-a a chegar à algumas conclusões. Até o momento, o que se sabe é que Daniel esteve em uma festa e supostamente se envolveu com uma mulher casada.

Nessa quarta-feira (31), uma testemunha considerada importante foi ouvida. A testemunha esteve com Daniel momentos antes da morte. O advogado da testemunha, Jacob Filho, disse que o ex-jogador foi espancado até a morte, pois o local tinha muito sangue. Ainda não se sabe a causa do crime.

De acordo com o superintendente Edimilson Pereira, da Delegacia de Polícia Civil de São José dos Pinhais, a morte teve requintes de crueldade. “Foi algo com bastante maldade, quem fez estava com muita raiva. Tudo isso será apurado. Possivelmente, foi uma morte dolorosa, não morreu no momento”, disse.

A Polícia Civil também analisou as imagens do circuito de câmeras de segurança do bar onde Daniel esteve na última sexta-feira (26).

Carreira

Daniel era atleta do São Paulo, mas estava emprestado para o São Bento (SP). Além disso, já havia jogado em times como o Cruzeiro, Botafogo e Coritiba. Em dezembro de 2014, chegou a conversar com o Palmeiras, mas foi reprovado nos exames médicos.

*Da redação com informações do portal Terra e G1

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA