24.9 C
Vitória
quarta-feira, 1 dezembro, 2021

Novembro Azul: Ações de prevenção ao Câncer de Próstata

Durante o mês, os pacientes poderão agendar o exame para a detecção do câncer de próstata

O mês de novembro chegou e traz com ele a missão de conscientizar a população masculina sobre a importância da realização de exames para combater problemas de saúde, entre eles o Câncer de Próstata.

Na Prefeitura de Vila Velha, os servidores participarão de uma palestra na póxima quinta-feira (08), às 15 horas, no auditório da sede administrativa PMVV, em Coqueiral de Itaparica.

O tema da palestra será “Detecção e prevenção do câncer de próstata” que será ministrado pelo médico urologista Guilherme Campelo Lopes dos Santos. Durante o encontro, os servidores poderão esclarecer dúvidas acerca da doença.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 07 de novembro pelo site https://sistemas.vilavelha.es.gov.br/cursos.

Já a Prefeitura da Serra terá um mutirão para exame de PSA, conhecido por Antígeno Prostático Específico, nas unidades de Serra Dourada e de Cidade Continental. A programação inclui ainda palestras sobre a importância dos cuidados com a saúde do homem e testes rápidos de sífilis e HIV.

Entre os dias 19 e 22 de novembro, a Unidade de Saúde de Serra Dourada promoverá um mutirão para solicitar exame de PSA para quem tem acima de 45 anos, testes rápidos de sífilis e HIV, aferição de pressão sanguínea, medição de glicose e consultas com clínico geral. Sempre das 8 horas às 11 horas.

E na Unidade de Saúde de Cidade Continental, o evento acontece no dia 21 de novembro, das 8 às 11 horas e das 13 às 16 horas. Na unidade haverá palestras com a médica do Programa de Estratégia da Família Suelen Leal Pagano e com a dentista Anna Angélica Beccali.

Câncer de Próstata

É um tipo de câncer que ocorre na próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Se identificado já em estágio avançado, o risco de sobrevida do paciente é muito menor. Portanto, o diagnóstico precoce é fundamental no controle e cura da doença.

O risco é ainda maior para os homens que têm um irmão com a doença. Se o paciente tiver menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco aumenta de 6 a 11 vezes.
Na fase inicial, a maioria dos pacientes não apresenta sintomas relevantes, mas podem apresentar sintomas relacionados a outra doença comum que acompanha o envelhecimento do homem, a hiperplasia prostática benigna, com sintomas miccionais leves a moderados de dificuldade miccional.
Na fase avançada, podem ocorrer sintomas mais intensos obstrutivos miccionais causado pelo crescimento local do tumor com compressão da uretra prostática.
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade