Tenha estes hábitos para chegar à velhice com a mente ativa

Tenha esses hábitos para chegar à velhice com a mente ativa
Um dos hábitos favoráveis é o de ler livros (Foto - Shutterstock)

Hábitos realizados ao longo da vida influenciam a forma como se vive o processo de envelhecimento

Os brasileiros estão vivendo mais. É o que mostram os dados divulgados nessa quinta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a pesquisa Tábua de Mortalidade 2018, atualmente a expectativa de vida no Brasil é de 76,3 anos. E, cada vez mais, os idosos chegam a essa faixa etária esbanjando saúde e autonomia e desempenhando diversas atividades dentro e fora de casa.

O que fazer, então, para envelhecer com mente e corpo sãos? O psicólogo Gustavo Souza, da Jequitibá Residência Assistida, indica dez hábitos que podem ser feitos ao longo da vida para passar dos 60 anos com uma mente ativa. “Uma velhice saudável se constrói na infância, na juventude e quando adulto, e não ao se tornar idoso. Portanto, quem quer ter um raciocínio rápido e produtivo mais tarde precisa ter bons hábitos desde cedo”, afirma o psicólogo.

Entre eles, estão a prática de exercícios físicos, uma alimentação saudável, os bons relacionamentos, o aprendizado de coisas novas e o otimismo em relação à vida. “Pensar na velhice quando se é novo não é corriqueiro, mas também não precisa ser algo negativo. Ao mudar essa cultura, trabalhando-a do ponto de vista positivo, aumentamos as chances de sermos idosos mais independentes e protagonistas da própria história”, ressalta Gustavo.

Hábitos para chegar à velhice com uma mente ativa

Exercite-se
Na prática de exercícios físicos, o cérebro libera endorfina, substância que proporciona bem-estar para a mente. Mas, atenção, os exercícios devem ser praticados de acordo com a idade e a condição física de cada pessoa e sob a orientação de um profissional de Educação Física, após, é claro, avaliação médica.

Cuide da sua alimentação
É muito importante alimentar-se de forma regular e incluir fibras, verduras, legumes e proteínas nas refeições. O ômega-3, presente em peixes e nozes, por exemplo, ajuda na saúde cerebral e a manter a mente ativa.

Cultive bons relacionamentos
A troca de afetos, ideias, sorrisos e aprendizados com familiares e amigos é fundamental para a saúde mental e proporciona efeitos positivos na capacidade cognitiva.

Leia mais livros
Quando uma pessoa lê um livro, ela cria imagens e aciona diversos centros cerebrais.

Aprenda coisas novas
Aprender algo novo, como um novo idioma, é um bom desafio para manter o cérebro em forma. Aulas de artesanato e dança também são boas pedidas. Se for em grupo, melhor ainda para estimular a socialização e ajudar a cultivar relacionamentos.

Ouça música
A música ativa todas as partes do cérebro, melhorando a capacidade cognitiva. Além disso, a memória musical é, muitas vezes, a última a desaparecer.

Durma bem
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), são necessárias em média oito horas diárias de sono por dia. Esse número, no entanto, pode mudar em cada faixa etária. Mas, independentemente da idade, dormir pouco pode causar estresse, apatia e mente esgotada.

Fique em silêncio por um tempo
Da mesma forma que interagir com as pessoas é importante, ter um momento consigo mesmo também. Um tempo em silêncio, por meio do relaxamento, e da meditação em uma sala silenciosa, traz muitos benefícios à saúde mental, acalma os pensamentos e amplia a capacidade de percepção.

Seja otimista
Seja otimista com a vida, o mundo e, principalmente, com você mesmo! A afirmação positiva fortalece as redes neurais e aumenta a proficiência mental.

Beba água
Você sabia que 75% do cérebro é formado por água? Logo, para um bom funcionamento do órgão, e de todo o corpo é fundamental manter-se hidratado.

Leia também
Conteúdo Publicitário