Governo reformará e utilizará sede do Saldanha da Gama

O prédio do Saldanha da Gama será a nova sede da Fapes. - Foto: Vitor Possatti/Seger

A sede do Saldanha da Gama será reformada para abrigar a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes)

O governo do Estado reformará e utilizará a sede do Saldanha da Gama, localizado no Forte São João, em Vitória, para receber a sede da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). A informação foi divulgada nesta terça-feira (10), por meio das mídias sociais.

Participaram do anúncio o governador Renato Casagrande, o prefeito da Capital, Luciano Rezende; da secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro; e do diretor-presidente da Fapes, Denio Arantes,

Durante a transmissão, o governador Renato Casagrande informou que o projeto para o imóvel prevê a criação de um museu virtual que retratará as cenas históricas do Forte São João, além da instalação de um espaço gastronômico, que serão abertos à visitação.

“Tudo anda junto hoje em dia e o nosso modelo de desenvolvimento leva em consideração todo esse ambiente, em que você cria um espaço adequado para inovação, junto com a área cultural e com as pessoas presentes”, disse Casagrande em seu discurso.

A secretária Lenise Loureiro destacou que a “iniciativa aproximará a Fapes de outros órgãos públicos, melhorando a integração entre eles e facilitando o acesso dos cidadãos aos serviços. Além disso, promoverá o uso de um imóvel importante para a história da nossa Capital”.

Já o diretor-presidente da Fapes, Denio Rebello Arantes, afirmou que a mudança deve aproximar cada vez mais a instituição da sociedade capixaba.”Para alocar as instalações da Fapes, o Governo do Estado promoverá a recuperação de um instrumento cultural importante para a cidade de Vitória, que é o prédio do Clube Saldanha da Gama, abrindo o espaço para o público da Cidade, além de turistas. Vamos continuar realizando o trabalho de fomento à ciência e à inovação, que é a nossa principal missão, mas agora em um local histórico e aberto à visitação”, observou ele.

Venda

Anteriormente, outras instituições haviam manifestado o interesse em arrendar o prédio, como foi o caso da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio), que venceu o processo de licitação de venda do clube, realizado pela Prefeitura Municipal de Vitória (PMV), em 22 de fevereiro de 2018. Saiba mais!

A prefeitura havia doado o imóvel ao Serviço Social do Comércio do Espírito Santo (Sesc) do qual a Fecomércio faz parte. Porém, em julho deste ano, a instituição anunciou a desistência após queda da arrecadação e incerteza no Sistema S.

Leia Também:

 

Conteúdo Publicitário