Fecomércio compra Saldanha da Gama e o transformará em museu

Clube do Saldanha da Gama
Foto: Carlos Antolini

O espaço contará com livrarias, café, e demais eventos culturais. A previsão é que seja inaugurado em 2019

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio) venceu o processo de licitação de venda do Clube de Regatas Saldanha da Gama, no Forte São João, em Vitória, realizado pela Prefeitura Municipal de Vitória (PMV). Nessa quinta-feira (22), a federação anunciou que transformará o espaço em um Museu da Colonização do Solo Espírito-Santense.

A edificação tem 4.031,28 m² foi adquirida pela entidade pelo valor de R$ 3,5 milhões e o compromisso de restauro da edificação será feita em dez anos. Já o investimento na reforma e na implantação do museu será de R$ 6 milhões. Além disso, haverá a instalação de um elevador externo panorâmico para que as pessoas conheçam a baía de Vitória.

A assinatura do contrato de compra e venda com a PMV deve acontecer dentro de 30 dias para oficializar o repasse da antiga sede do clube.

Por meio de nota, a Fecomércio informou que “as obras de recuperação de toda a estrutura e fachada serão iniciadas, para que este sítio histórico, que tanto orgulha os capixabas, volte a ser um dos cartões-postais da capital. A inauguração do espaço está prevista para o segundo semestre de 2019”, disse a nota.

Segundo o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, esta é uma importante ação para a revitalização do Centro. “Hoje, tivemos essa notícia maravilhosa que a Fecomércio receberá o Saldanha e entregará um museu. Os recursos dessa operação vão ser usados para restaurar o Mercado da Capixaba”, declarou o prefeito.

Propostas

Após duas tentativas de venda, a Fecomércio demonstrou interesse na aquisição do imóvel, após a publicação do edital de chamamento. O prazo para apresentação de propostas se encerrou na última terça-feira (20).

A proposta é que 70% do espaço seja usado para a criação de um museu, com atividades de suporte, como cafés, livrarias, entre outros. O recurso proveniente dessa venda será usado na restauração do Mercado da Capixaba.

Conteúdo Publicitário