23.8 C
Vitória
quarta-feira, 17 abril, 2024

Festival de Jazz em Manguinhos começa nesta quinta-feira (20)

A sexta edição do Manguinhos Jazz & Blues Festival começa nesta quinta-feira (20) e vai até sábado (22)

Após um hiato de sete anos, Manguinho Jazz & Blues está de volta ao calendário cultural capixaba. Em sua sexta edição, o festival conta 18 atrações que começam nesta quinta-feira (20) e vão até o sábado (22).

A programação inclui shows musicais, ações e oficinas voltadas para músicos e estudantes, Cortejo de Jazz à Beira-Mar, Concertos Didáticos, Jazz para Crianças e Caminhada Ecológica, entre outras atividades socioculturais.

- Continua após a publicidade -

Entre as novidades, estão as oficinas gratuitas com os mestres da música instrumental brasileira Gilson Peranzzetta e Nelson Faria. As atividades formativas vão acontecer no dia 21 de abril, das 9h às 12h, com 30 vagas para cada uma, de acordo com a organização do evento.

O pianista, regente e compositor Gilson Peranzzetta é um dos músicos mais importantes do Brasil e vai apresentar a Oficina de Arranjo e Harmonia, no Espaço Chico Bento. Ele iniciou sua extensa carreira em meados dos anos 1960, e foi citado pelo renomado produtor norte-americano Quincy Jones como um dos melhores arranjadores do mundo.

Já o violonista Nelson Faria, que tocou nos maiores festivais de jazz do mundo e apresenta a série “Um Café lá em Casa”, vai abordar o tema Processos de Aceleração do Aprendizado Musical, no Centro Cultural de Manguinhos.

Programação

  AÇÕES PEDAGÓGICAS
DIA 20 (QUINTA-FEIRA)
Concertos Didáticos
“Música Brasileira para Percussão”
Com Léo de Paula e a participação especial de Ekaterina Bessmertnova
Horários: 9h30 e 15h
Local: Clube Aest – Associação Esportiva Siderúrgica de Tubarão
 Evento fechado para alunos da Rede Pública de Ensino

 SHOWS
DIA 21 (SEXTA-FEIRA)
Espaço Maresias * Gratuito
12h30 – Vai Dar Jazz convida Daria Obraztsova
Recanto das Estrelas Restaurante *Gratuito
12h30 – Géssica Sarmento
Espaço Maria Mariana *Gratuito
12h30 – Summer Duo
Estação Primeira de Manguinhos *Gratuito
12h30 – Oziel Neto Trio
Praça Central de Manguinhos * Gratuito
18h – Cortejo de Jazz com Malê Dixieland
19h – Moonshine Blues convida Jefferson Gonçalves
20h30 – Cortejo de Jazz com Malê Dixieland
Espaço Chico Bento * Ingressos solidários *Superticket
21h – Zomayi; Participação especial: Rhullyt Azevedo
22h30 – Gilson Peranzzetta e Nelson Faria
Meia-noite – Diunna Greenleaf

DIA 22 (SÁBADO)
Espaço Maresias * Gratuito
12h30 – Veloso Quinteto
Recanto das Estrelas Restaurante *Gratuito
12h30 – Mary Amaral
Espaço Maria Mariana *Gratuito
12h30 – Katia Rocha
Estação Primeira de Manguinhos *Gratuito
12h30 – Ferna Jazz
Praça Central de Manguinhos * Gratuito
18h – Jazz para Crianças: Cortejo de Jazz com Malê Dixieland
19h – Big Bat Blues Band: Homenagem a Claudio França
20h30 – Cortejo de Jazz com Malê Dixieland
Espaço Chico Bento * Ingressos solidários *Superticket
21h – Baobab Trio convida Marcelo Coelho e Mauro Senise
22h30 – Delia Fischer
Meia-noite – Mestres do Groove – André Vasconcellos, Michel Pipoquinha
e Thiago Espírito Santo
 Ingresso: R$ 50,00 (por dia)
 Dois dias: R$ 90,00 (valor promocional)
 Onde adquirir: Superticket
 https://www.superticket.com.br/
 Renda revertida para entidades do balneário de Manguinhos

 OFICINAS
DIA 21 (SEXTA)
Oficina de Arranjo e Harmonia, com Gilson Peranzzetta
Horário: 9h às 12h
Local: Espaço Chico Bento
Vagas: 30
Evento aberto ao público. Inscrições gratuitas pelo link https://forms.gle/ri6KQpTJ24ospKzX9, disponibilizado no Instagram do
festival: Manguinhos_jazzeblues
Processos de Aceleração do Aprendizado Musical, com Nelson Faria
Horário: 9h às 12h
Local: Centro Cultural de Manguinhos
Vagas: 30
Evento aberto ao público. Inscrições gratuitas pelo link
https://forms.gle/ri6KQpTJ24ospKzX9, disponibilizado no Instagram do
festival: Manguinhos_jazzeblues

 ATIVIDADE ECOLÓGICA
DIA 22 (SÁBADO)
Caminhada Ecológica/Mutirão de Limpeza
Horário: 15h30
Ponto de concentração: Praça Central de Manguinhos

 ECONOMIA CRIATIVA
DIAS 21 E 22 (SEXTA E SÁBADO)
Encontro de Negócios da Música
Palestra com Nane Bernardino, produtora do Valadares Jazz Festival, de
Governador Valadares (MG)
Horário: 15h
Local: Centro Cultural de Manguinhos
Evento voltado para artistas e produtores culturais

 ATRAÇÕES MUSICAIS:

DIUNNA GREENLEAF
Natural do Texas (EUA), Diunna Greenleaf cresceu em uma família religiosamente devota e envolvida com a música gospel. Suas primeiras influências musicais incluíram Sam Cooke, Sister Rosetta Tharpe, Koko Taylor e Aretha Franklin. Foi presidente da Houston Blues Society por três anos, tornando-se a primeira mulher a assumir este papel. Ganhou fama ao conquistar o prêmio de Artista Revelação no Blues Music Awards, em 2008, e pelas indicações ao Koko Taylor Award, em 2009 e 2012, nas categorias de Cantora de Blues Tradicional e Álbum de Blues Tradicional, pelo disco “Trying Hold On”. Participou dos principais festivais internacionais de blues, como o Blues to Bop Festival, em Lugano; o Lucerne Blues Festival, na Suíça; e o Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá.

DÉLIA FISCHER
Com duas indicações ao Grammy Latino de Melhor Álbum da  MPB, em 2019 e 2021, por seus álbuns “Tempo Mínimo” e “H.O.J.E”, a compositora, cantora, pianista e diretora musical Délia Fischer ocupa uma posição muito particular na MPB. Nascida no Rio de Janeiro, iniciou sua trajetória em 1988 com o premiado Duo Fenix, formado com Claudio Dauelsberg. Nas décadas de 1990 e 2000, foi pianista das bandas de Ed Motta e Toninho Horta. Em 2010, iniciou carreira solo com o álbum “Presente”. Em 2019, seu álbum “Tempo Mínimo” foi eleito um dos melhores do ano pela revista norte-americana Downbeat. Em 2020 e 2021, lançou os singles “Como Se Fosse Qui”, em italiano, tendo como convidado o siciliano Tony Canto; “Mon Temps”, em francês, com a franco-camaronesa Valérie Ékoumè, e “Los Mismos Sonidos”, em espanhol, com Leo Minax, brasileiro radicado em Madri. Seu trabalho mais recente, “Andar com Gil” (2023), em parceria com Ricardo Bacelar, focaliza os temas espirituais  de Gilberto Gil, que participa da faixa “Prece”.

GILSON PERANZZETTA E NELSON FARIA
Texturas, entrelaçamento de cordas, cores, suavidades, diferentes sensações e emoção pura são as imagens sugeridas pelo casamento de dois dos mais consagrados músicos do nosso tempo: o pianista, compositor e arranjador Gilson Peranzzetta e o violonista, compositor e arranjador Nelson Faria. O duo foi formado no Festival Canto da Primavera, em Pirenópolis (GO), em 2006, e o resultado foi tão significativo que os músicos decidiram selar a parceria com o CD “Buxixo” (Delira Mùsica) e em incontáveis apresentações pelo Brasil. Neste espetáculo, Gilson Peranzzetta e Nelson Faria apresentam 11 canções, duas das quais em parceria, compostas especialmente para este trabalho – “Caindo no Choro” e “Rua Bougainville” – e duas releituras de clássicos da música brasileira: “Estamos aí” e “Doce de Côco”. Durante as apresentações, fazem solos, tocam juntos e buscam novas dinâmicas e texturas musicais, proporcionando um espetáculo mágico. 

MESTRES DO GROOVE
O espetáculo “Mestres do Groove” reúne no mesmo palco três contrabaixistas renomados na música instrumental brasileira: Thiago Espírito Santo, André Vasconcelos e Michael Pipoquinha. O trio de baixistas percorre um repertório que vai de Beatles a Jaco Pastorius, passando por Gilberto Gil e Stevie Wonder, com os músicos revezando-se entre acompanhamento e improvisos virtuosos. A apresentação conta com a participação do pianista Bruno Cardozo e do baterista Cuca Teixeira.

BAOBAB TRIO CONVIDA: MAURO SENISE E MARCELO
COELHO
Os músicos Wanderson Lopez (cordas), Fabiano Araújo (piano) e Edu Szajnbrum (percussão e bateria) se encontraram em 2005, na Ladeira São Bento, em Vitória (ES), para, desde então, semear as raízes do Baobab Trio. Com uma trajetória que acumula vários festivais, dois álbuns – “Baobab Trio”, de 2011, e “Ladeira São Bento”, de 2015 -, eles agora apresentam o show inédito nos palcos “Baobab Trio Convida: Mauro Senise e Marcelo Coelho”. A apresentação foi transmitida em 2021, em formato digital, no canal Um Café lá em Casa, de Nelson Faria, e traz no repertório canções compostas pelo trio, como “Mar que Arrebenta”, “Ladeira”, “Arabesca” e “Gaudi”. Os convidados são dois dos maiores músicos contemporâneos brasileiros: o saxofonista e flautista Mauro Senise e o saxofonista, compositor e educador musical Marcelo Coelho.

KATIA ROCHA
Desde os anos 1980, a cantora, compositora, saxofonista e flautista Katia Rocha tem se dedicado a projetos que propõem uma relação profunda e criativa entre a música popular brasileira e o jazz. É isso o que podemos encontrar em seu primeiro trabalho, o LP “Confusion Jazz Company”, como também nos CDs “Brasileira”; “Ginga”; “Hoje o Samba Saiu”; e no mais recente EP, “Canções de Milton Nascimento”, todos disponíveis em seu canal no YouTube.
É a partir desses trabalhos que, ao lado do maestro e pianista Roger Bezerra e do baixista Kako Dinelli, Katia Rocha vem se apresentando nos últimos meses em shows que situam a liberdade de palco como elemento importante para a criação e a improvisação. Para o show que realizará no Manguinhos Jazz & Blues Festival, o repertório do trio trará composições
que vão de Tom Jobim e Chico Buarque a Milton Nascimento. Já no repertório internacional, destacam-se canções de Cole Porter, Kurt Weill, Jerome Kern e George Gershwin. Também como instrumentista, Katia Rocha fará interferências com a flauta transversa e o sax alto.

ZOMAYI
Zomayi é fruto de uma pesquisa antropológica e musical organizada e dirigida pelo professor, teatrólogo e produtor César Huapaya, o pesquisador docente em Antropologia Social Bernard Muller, o músico e arranjador Paulo Sodré e a cantora e historiadora Amélia Barretto. Entre os anos de 2010 e 2011, o grupo se apresentou no Museu de Quai Branly, na Universidade Paris VIII; na casa Blue Note e também na Sunset Sunside, seguindo então para a África, onde participou do Festival Divinités Noir, em Aneho.Em 2019, lançou o seu primeiro disco, no qual apresentou composições inéditas, bem como cânticos milenares africanos misturados a ritmos brasileiros regionais, ao jazz e à música eletrônica. Em sua atual formação se encontram Roger Rocha (sax), Fabio Calazans (guitarra), Pedro de Alcântara (piano), Gabriel Ruy (bateria), Paulo Sodré (contrabaixo) e Amélia Barretto (voz e composição).

VAI DAR JAZZ GROUP
O Vai Dar Jazz foi formado em meados de 2009, pelos músicos Arthur Teles (bateria), Alexandre Barbatto (baixo) e Dânil Júnio (guitarra). O trio foi idealizado como um projeto de música instrumental dentro da tradição
do jazz, com repertório autoral e a liberdade de improvisação. No Ufes Jazz

DARIA OBRAZTSOVA
Cantora russa, nascida na Sibéria, mudou-se para o Brasil em 2014 e apaixonou-se pela música brasileira. Formou-se na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames), no curso técnico de Canto
Popular (CFM), e agora está terminando o curso de Bacharelado em Canto Popular. Em 2017, ao lado do pianista Bruno Venturim, criou um projeto de música brasileira chamado “Bossa Nova em Russo e Português”, onde canta canções famosas de Tom Jobim nos dois idiomas. Atualmente canta no projeto “Daria Obraztsova Jazz Trio”, formado pelo saxofonista, produtor musical e arranjador Tiago Veloso e pelo guitarrista e compositor Danil Junio. Daria já cantou em clubes de jazz na Rússia e no Brasil, com repertório baseado no jazz, música popular brasileira, bossa nova e samba.

GESSICA SARMENTO
É professora de Música (Canto e Piano), cursa o Bacharelado em Música Popular – habilitação em Piano – e foi integrante da Banda Jazz e Bossa com Elas, na qual participou de festivais de música no Espírito Santo, como pianista e cantora. Foi integrante da banda Novo Pentecostes, como cantora, na qual participou de eventos como o Vinde e Vede. É integrante da banda Soul Mates, no piano e backing vocal. Apresentou-se no Festival de Inverno de Domingos Martins, em quarteto (2022); e no Santa Tereza Jazz, em trio (2022). Atuou como pianista e cantora da Orquestra Pop & Jazz, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), sob a direção do maestro Célio Paula.

MOONSHINE BLUES
A Moonshine Blues reúne velhos nomes do blues no Espírito Santo para a nova vida depois da pandemia. O nome da banda é inspirado no termo moonshine, usado para designar bebidas alcoólicas destiladas de alto teor que são geralmente produzidas de forma ilícita. A Moonshine Blues reúne ex-integrantes da Big Bat Blues Band, do Urublues e da Sunrise Blues Band: Franco (bateria), Marcelo Maia (guitarra), Rafael Nader (baixo) e Rodrigo “Vovô” Rezende (voz e gaita). No Manguinhos Jazz & Blues Festival, a banda contará com a participação do renomado gaitista Jefferson Gonçalves, com quem vai apresentar um repertório composto por músicas de Muddy Waters, Little Walter e Howlin' Wolf, entre outros mestres do blues.

JEFFERSON GONÇALVES
Uma das principais referências do cenário da gaita no Brasil e no mundo, o carioca Jefferson Gonçalves tem um trabalho sólido que já foi elogiado por vários músicos, revistas e sites internacionais. Com 33 anos de carreira, possui estilo inconfundível, marcado por misturas autênticas, no qual diferentes ritmos e gêneros musicais se unem para criar uma atmosfera tipicamente brasileira. Sua gaita faz um mix entre a música negra norte-
americana e o regionalismo dos ritmos nordestinos como o forró, o baião, o xaxado e o maracatu, entre outros. O músico exibe esta sonoridade própria em seus discos e em turnês pelo Brasil e por vários países. Apresentou-se em algumas das principais casas de blues do mundo, como o Teatro San Martin (Buenos Aires), Blue Note (Nova York), Deep Ellum Blues (Texas) e Bamboo Room (Flórida). Em seu currículo também constam apresentações na Espanha, Alemanha, Chile e Senegal. Em 2017, foi convidado pela Seydel Harmonicas para ser o primeiro endorse brasileiro a fazer parte do time da empresa alemã.

MALÊ DIXIELAND
Idealizada em 2017 pelo maestro Eduardo Lucas, a Malê Dixieland tem como proposta artística a experiência musical afrodiaspórica, influenciada por nomes lendários como Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Abigail Moura, Moacir Santos, Duke Ellington, Letieres Leite, Tincoãs e Naná Vasconcelos. Formada por músicos de diversos grupos do Espírito Santo, que tocam em grupos como Fames Jazz Band, Vale Música Jazz Band e Ammor, a Malê Dixieland marcou presença em eventos como o Festival de Jazz & Blues de Vila Velha e o Marien Calixte Jazz Music Festival. Em 2019, realizou um concerto especial no Viradão Vitória com o grupo No seu Abracinho.

FERNA
O pianista capixaba Pedro Ferna faz licenciatura em Música pela Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames), onde também cursa o Centro de Formação Musical (CFM) em Piano Popular. Atua no mercado fonográfico de Vitória há mais de uma década, ao lado de bandas e artistas capixabas, tendo participado de gravações ao lado de produtores reconhecidos nacionalmente como Sérgio Benevenuto e Ézio Filho. Em 2021, lançou seu EP de estreia, “Eu Plural”, reunindo quatro composições autorais. Cada faixa é inspirada em diferentes temáticas da vida – lazer, trabalho, distração e a saudade – e vem acompanhada de um videoclipe.

O artista lançou o “Especial Bossa Nova”, uma live documentada sobre este estilo musical, na qual alia a performance musical a informações sobre o surgimento da bossa nova no contexto da música popular brasileira. Seu show atual traz releituras do jazz, clássicos da bossa nova e canções em estilo R&B.

SUMMER DUO
A cantora Ariel Amaro e o guitarrista Tiago Catapan se conheceram no curso de Música da Unicamp. Com os estudos voltados para a MPB e o jazz, formaram o Summer Duo em Campinas (SP), tendo como inspiração as temporadas de verão passadas no Espírito Santo. A cantora, que cresceu em Manguinhos, agora retorna a suas origens com o duo de voz e guitarra, trazendo no repertório arranjos que mostram a influência da bossa nova e do jazz. O setlist da dupla no Manguinhos Jazz & Blues Festival trará grandes nomes do jazz, como Frank Sinatra, Ella Fitzgerald e Tony Bennet, além de referências contemporâneas.

MARY AMARAL
Natural de Vitória (ES), Mary Amaral é intérprete e compositora nos gêneros jazz e bossa nova, com curso de formação em Canto Popular Contemporâneo, promovido pela Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames), sob a orientação do cientista vocal Dr. Ariel Coelho. Aguçou também o seu interesse pelo jazz ao frequentar locais consagrados por apresentações desse gênero musical, como o Ronnie Scott's, durante sua estadia em Londres. Desenvolveu trabalhos com músicos de grande representatividade no Estado, bem como participações em importantes eventos como o Vila Velha Jazz e Blues Festival, o Festival de Jazz e Bossa de  Santa Teresa, o Festival de Música Erudita e Popular de Domingos Martins e o Vitória Jazz e Blues Festival.  Mary Amaral possui o EP autoral “Delineio”, disponibilizado nas plataformas digitais. Atualmente dedica-se ao lançamento de um novo single, sua composição “Syntony”, de jazz contemporâneo, com arranjos dos parceiros musicais Leonardo Cavalcante, Vítor Ramos  e Geremias Rocha.

VELOSO QUINTETO
Criado pelo saxofonista, flautista e compositor Tiago Veloso, o Veloso Quinteto é um grupo em ascensão no cenário da música instrumental autoral do Espírito Santo. Tiago Veloso iniciou seus estudos musicais em Salvador (BA). Aos 18 anos, mudou-se para o Espírito Santo, onde ingressou na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames). Participou da Fames Jazz Band, fazendo shows com Leny Andrade, Spok Frevo, Nelson Faria, Felipe Lamoglia e Andy Timmons. Atuou com diversas bandas e artistas capixabas. Em fevereiro de 2023, lançou seu primeiro álbum, “Quietude”, com produção musical de Gabriel Ruy. Disponível nas plataformas digitais, o disco contou com a
participação dos músicos Geremias Rocha, Léo Cavalcante, Oziel Neto, Marcus Paulo, Jaguar e Pururu.

OZIEL TRIO
Nascido em Vitória, em 04 de fevereiro de 1997, Oziel Neto é um dos destaques da nova geração do trompete do Brasil. Iniciou os estudos musicais aos seis anos de idade com a orientação do pai, o maestro Eliel Miranda. Aos oito anos entrou na Banda Júnior da Polícia Militar do Espírito Santo, e aos 12 iniciou o curso técnico em Trompete na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames), sob a orientação do professor Daniel Dias. Nessa instituição de ensino, ingressou na Fames Jazz Band. Em seguida fez parte da Orquestra Pop & Jazz do Instituto Federal de Educação (Ifes), como trompetista solista, sob a batuta do maestro Célio Paula. Ao longo de sua carreira participou de shows e gravações de artistas como Gilson Peranzetta, Leny Andrade, Léo Jaime, Anitta, Silva, Roberto Menescal, Bruno Mangueira, Daniel Dias, Nelson Faria, Felipe Lamoglia, Bobby Wyat, Idriss Boudrioua e Jozyanne Lopez.

BIG BAT BLUES BAND
Uma das mais antigas bandas de blues do Espírito Santo, a Big Bat Blues Band se mantém ativa no cenário musical desde 1993. Seu estilo é o blues em suas mais diversas vertentes. Seus integrantes buscam apresentar o estilo de forma diferenciada e tradicional, porém atualizada e com personalização nas letras e melodias. Possui três álbuns lançados: “Todo dia é dia de Blues” (2006), “Haze Hot Blues” (2012) e “#3” (2014). Ao longo de sua carreira, participou de shows e festivais importantes como o Festival Internacional de Jazz e Blues de Rio das Ostras (RJ), o Festival de Jazz e Bossa de Santa Teresa (ES) e o Manguinhos Jazz & Blues Festival (ES). No festival deste ano, a Big Bat Blues Band fará uma homenagem ao guitarrista e fundador da banda, Cláudio França, e vai exibir ao público a sua nova formação. Além do cofundador Eugênio Goulart (vocal), o grupo conta atualmente com Larissa Pacheco (vocal), Erikson Almeida (guitarra base/solo), Dori Sant'Ana (teclados), Tucca Cruz (baixo) e Bruno Zanetti (bateria).

SIGA O MANGUINHOS JAZZ & BLUES FESTIVAL:
Instagram: @manguinhos_jazzeblues
Facebook: Manguinhos Jazz & Blues Festival
Venda de ingressos: https://www.superticket.com.br/eventos/manguinhos-
jazz-e-blues-festival-2023

Com informações da Assessoria de Imprensa do Manguinhos Jazz & Blues Festival

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

FIQUE POR DENTRO

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -