25.5 C
Vitória
quarta-feira, 17 DE julho DE 2024

Evair apresenta laudo após Janones afirmar que capixaba “fedia a cachaça”

Evair de Melo apresentou exame toxicológico que não apontou presença de álcool e outras drogas no dia de confusão com Janones

Por Robson Maia

O deputado federal capixaba Evair de Melo (Podemos-ES) apresentou um exame toxicológico para mostrar que não havia ingerido bebida alcoólica no dia 26 de setembro do último ano, quando o parlamentar se envolveu em uma polêmica com o deputado André Janones (Avante-MG). Na ocasião, a confusão teve início durante a audiência do ministro dos Direitos Humanos, Sílvio de Almeida, na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara.

- Continua após a publicidade -

Janones afirmou, durante o embate, que Evair estaria “fedendo a cachaça”. Segundo o laudo da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), apresentado pelo capixaba, o exame foi solicitado logo no início da noite do dia 26 de setembro, no Instituto Médico-Legal (IML). O deputado coletou urina para que fosse verificada a presença de etanol e produtos psicotrópicos.

“Em aditamento ao laudo de exame toxicológico acima mencionado, temos que acrescentar que a pesquisa de metabólitos de substâncias que causam dependência resultou negativa para etanol, conforme exame realizado no laboratório deste Instituto”, afirma o laudo, emitido no dia 28 de dezembro.

O documento ainda diz que o resultado também foi negativo para presença de outras drogas, como anfetamina, maconha, cocaína, barbitúrico, benzodiazepínico, buprenorfina, dextrometorfano, fenciclidina, fentanil, metadona, metanfetamina, opiácio/opióide, oxicodona, tramadol e zolpidem.

Relembre o caso

Evair de Melo e Janones discutiram durante a audiência do ministro Silvio de Almeida, depois que o governista reclamou de interrupções durante a fala do ministro, chamando um parlamentar bolsonarista de “idiota”.

Janones bate boca com deputados e é empurrado por Evair de Melo
Janones bate boca com deputados e é empurrado por Evair de Melo

“Presidente, o deputado está interrompendo o ministro. O idiota aqui falou, falou e ninguém interrompeu ele”, disse Janones, chamando a atenção da deputada Bia Kicis, presidente da Comissão.

Janones, então, passou a discutir com os deputados Nikolas Ferreira e Filipe Barros, ambos do PL. Evair de Melo se levanta e se aproxima de Janones, numa tentativa inicial de apartar a discussão. “Tira a mão de mim. Você está com cheiro de cachaça”, disse Janones ao deputado do PP. Evair, então, agarrou o colega pelo paletó e o empurrou.

A discussão terminou com a interferência de Bia Kicis, que suspendeu a sessão. O caso é investigado pela Comissão de Ética da Câmara Federal.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA