Escolas urbanas serão beneficiadas com internet até 2020

Crianças de escolas urbanas terão acesso à internet. - Foto: Divulgação / Centro Educacional Viva

A previsão do governo federal é que os alunos das escolas urbanas tenham acesso à internet

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta terça-feira (19), durante cerimônia no Palácio do Planalto, a ampliação do programa Educação Conectada, do Ministério da Educação (MEC), que beneficiará alunos de escolas públicas urbanas a terem acesso à internet.

Ao todo, mais de 5,2 mil municípios do país serão incluídos no programa que prevê investimentos de R$ 224 milhões até o final de 2020. Cerca de 70 mil escolas serão atendidas, alcançando um total de 27,7 milhões de alunos.

“Das escolas urbanas, a gente vai para mais de 80% [de cobertura de internet]. Das escolas rurais, que é via satélite, [a cobertura] era zero, esse ano a gente já vai para 40%, e aí a gente começa a acelerar esse processo”, afirmou o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

O governo também prevê que a conectividade chegue aos estudantes das áreas rurais. Sendo assim, até o fim deste ano, o governo prevê conexão de 8 mil escolas rurais à internet, por meio do programa Educação Conectada é realizado em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O objetivo desse programa é apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

O presidente Jair Bolsonaro e o senador Arolde de Oliveira, após solenidade de ampliação do Programa Educação Conectada nas Escolas – Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Além disso, o MEC garante uma qualidade satisfatória na oferta da internet, mas lembra que vai de acordo com a velocidade que as companhias que atendem às regiões oferecem. E para participar, as instituições públicas precisam ter número maior que 14 alunos; ter, no mínimo, três computadores para uso pelos alunos; e, ter, no mínimo, um computador para uso administrativo e pelo menos uma sala de aula em funcionamento.

Livros

Durante a solenidade, o governo lançou o “1º Concurso Sua Arte no Livro Didático”, concurso  nacional de desenho da bandeira nacional para estudantes de escolas públicas. As ilustrações ganhadoras estamparão a quarta capa dos livros didáticos, que fazem parte do Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD).

Segundo as regras do concurso, os cinco primeiros colocados vão ganhar computador, uma viagem para a cidade de São Paulo, para receberem a premiação, além de terem o desenho impresso nos livros. Os diretores de escolas públicas devem indicar a participação dos alunos pelo portal do FNDE na internet.

A iniciativa é do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC.

Leia Também:
Conteúdo Publicitário