Governo anuncia planejamento das Escolas em Tempo Integral para 2020

Foto: Ademir Ribeiro/Secom

A partir de 2020, serão inauguradas 28 escolas com cargas horárias em tempo integral

O governo do Estado anunciou, nesta quinta-feira (17), o planejamento das Escolas em Tempo Integral para 2020. A partir do próximo ano a oferta de vagas, bem como o número de escolas será ampliado.

A apresentação do planejamento foi realizada pelo governador Renato Casagrande, pelo secretário de Estado da Educação, Vitor De Angelo, no Palácio Anchieta, em Vitória.

A proposta é que em 2020, sejam inauguradas 28 escolas com oferta de tempo integral, dez delas com carga horária de nove horas e meia, 15 com carga horária de sete horas e integrada ao curso técnico, e três escolas rurais nos municípios de Águia Branca, Boa Esperança e Vila Pavão.

Entretanto, em 2019, serão inauguradas quatro escolas em Conceição de Castelo, Fundão, Muqui e Viana. No total, a oferta será de 11.450 novas vagas em escolas de tempo integral.

O governador Renato Casagrande disse que a intenção das escolas em tempo integral também é gerar oportunidades. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

“Nós estamos dando um salto na oferta na educação de Tempo Integral no Espírito Santo. Acreditamos que o projeto pode ampliar a qualidade, aumentando também as oportunidades, diminuindo a violência e reduzindo a desigualdade de renda. A educação é o instrumento para gerar oportunidades”, disse Casagrande.

Oportunidade

Em seu discurso, Casagrande reforçou que a maioria das novas escolas ofertarão o Ensino Técnico.

“Estamos buscando colocar essas escolas em regiões onde as pessoas mais necessitam, gerando assim oportunidades”, afirmou ele.

Já o secretário Vitor De Angelo, destacou que o objetivo também será “estender o tempo de permanência dos alunos na escola, aplicar uma metodologia diferenciada de ensino, apresentar uma melhor aprendizagem e diminuir a evasão, oportunizar melhor condição de permanência dos alunos nas escolas e integrar oferta de ensino médio ao ensino técnico”.

O secretário de Estado da Educação, Vitor De Angelo, afirmou que a oferta de vagas nas escolas de tempo integral aumentará. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

De Angelo ressaltou que, hoje, apenas uma escola oferta o técnico, em Anchieta. “Vamos expandir essa oferta para atender um número maior de alunos que tenham o interesse de sair do Ensino Médio já com qualificação técnica”, garantiu o secretário.

Serão 17 novas escolas para esta modalidade de ensino. Além das 15 unidades de sete horas, temos Baixo Guandu e Liceu Muniz Freire, em Cachoeiro de Itapemirim, que também ofertarão.

Corpo docente

Para que as mudanças sejam efetivas e os investimentos sejam feitos com precisão, a carga horária dos profissionais que atuam nas escolas também serão modificadas. Agora, as equipes gestoras serão compostas por diretor, coordenador pedagógico e coordenador administrativo, financeiro e de secretaria; e que também permite que os diretores que hoje trabalham mais de 25 horas tenham a possibilidade de extensão de sua carga horária até 40 horas.

Os docentes que tiverem um vínculo totalizando 50 horas, não será mais necessária a desconsideração de um dos vínculos, sendo possível a extensão da carga horária restante em outro turno ou escola.

Implantação das Escolas em tempo Integral

2015 – 1 escola
2016 – 4 escolas
2017 – 12 escolas
2018 – 15 escolas
2019 – 4 escolas
2020 – 28 escolas

Leia Também:
Conteúdo Publicitário