24.9 C
Vitória
quarta-feira, 10 agosto, 2022

ES é destaque nacional no melhoramento genético bovino

O criatório capixaba Girolando Vivas conquistou prêmios importantes durante a última edição da Megaleite, em Minas Gerais. Foto: Divulgação/Internet

O criatório capixaba Girolando Vivas ganhou dois primeiros lugares e um segundo lugar em exposição nacional

Por Amanda Amaral

O trabalho de melhoramento genético de bovinos leiteiros das raças Gir e Girolando, com Cruzamento Sob Controle de Genealogia (CCG), realizado por produtores rurais do Espírito Santo foi premiado durante exposição nacional.

José Luiz Vivas e Bruno Espíndola Vivas, do Criatório Girolando Vivas, em Mimoso do Sul, conquistaram o 1° lugar de Melhor Criador e Expositor CCG ½ Girolando do ranking nacional da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, 1º Melhor Criador CCG ½ Sangue e 2º lugar de Melhor Expositor CCG ½ Sangue da Megaleite 2022.

Os prêmios foram conquistados durante uma das maiores exposições nacionais da raça girolando, a 17ª Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite (Megaleite) 2022, ocorrida em Belo Horizonte, Minas Gerais, entre 15 e 18 de junho. Os dois são pai e filho e já acumulam diversos prêmios nacionais.

Visibilidade para o Espírito Santo

“As premiações trazem uma visibilidade importante para o município e o Estado. Levamos as bandeiras de Mimoso do Sul e do Espírito Santo para destacar o nosso potencial. É sem dúvidas também uma visibilidade de mercado uma vez que outros produtores passam a conhecer a qualidade de nosso gado que é de primeira. O Incaper tem grande importância na nossa atuação, com o incentivo para trabalhar com genética melhorada e muitos outros. Está lado a lado nas exposições e também sempre discutindo as técnicas de produção”, destacou o produtor José Luiz Vivas.

Também neste ano, os capixabas conquistaram 18 prêmios na 1ª Exposição Regional Girolando Sem Fronteiras, em Leopoldina, Minas Gerais. São eles: Campeã bezerra júnior; Reservado bezerra Sênior; 3ª Melhor bezerra sênior; Campeã novilha mirim; Melhor fêmea jovem; Campeã vaca 3 anos júnior; Reservada campeã vaca 3 anos júnior; Campeã vaca 3 anos sênior; Reservada campeã vaca 3 anos sênior; Campeã vaca adulta; Reservada campeã vaca jovem; 3ª Grande campeã CCG ½; Melhor progênie de pai; Melhor progênie de mãe; 3ª Melhor progênie de pai; 3ª Melhor progênie de mãe; Melhor criador CCG ½; e Melhor expositor CCG ½.

Histórico de premiações

As conquistas da família capixaba em importantes premiações tiveram início em 2019. Neste ano, eles participaram da 16ª edição da Megaleite, em Belo Horizonte. Na ocasião, a bezerra Vanuza FIV Toyota Vivas levou o prêmio de 4ª Melhor Bezerra Mirim Nacional, título concorrido com criadores especializados de diversas regiões do Brasil.

Em 2021, os produtores José Luiz e Bruno conquistaram o prêmio de Melhor Expositor CCG 1/2 sangue na II Exposição Virtual de Oliveira, evento que reuniu criadores dos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás e Sergipe.

José Luiz Vivas e Bruno Espíndola Vivas recebem prêmios desde 2019. Foto: Divulgação/Incaper

Participaram dessa exposição um total de 241 animais em provas de julgamento e o criatório capixaba obteve a melhor nota dentre todos os produtores concorrentes, ficando em 1º lugar e com o título de Melhor Expositor.

Produção e comercialização de genética

O extensionista e coordenador do escritório local do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) de Mimoso do Sul, Wescley Henrique Marion, relembrou que no passado o município era um grande importador de vacas leiteiras de outros estados.

Com o passar dos anos, os produtores locais passaram a investir no melhoramento genético do rebanho. Hoje, se dedicam à produção de leite e a produção e comercialização de genética no Espírito Santo e em outros estados brasileiros.

“Esses produtores que são destaques nacionais com premiações já foram assistidos pelo Incaper de Mimoso do Sul no passado, nas áreas de planejamento forrageiro, gestão da atividade, manejo de fertilidade de solos e de pastagens. Por se tratar de médios produtores, contam também com outras fontes de Assistência Técnica nas áreas de controle e melhoria da qualidade do leite, manejo reprodutivo e entre outros. É uma imensa satisfação acompanhar toda a trajetória de crescimento e sucesso”, disse Marion.

Com informações do Incaper. 

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade