24.9 C
Vitória
sábado, 16 outubro, 2021

Dificuldade para dormir afeta 66% dos brasileiros, e Olimpíada tem atrapalhado

O Brasil não quer que você durma. Ou, pelo menos, tem dificultado nossas noites de sono. Para os aficionados pelo esporte, as Olimpíadas em Tóquio estão prejudicando o sono de muita gente.

Por Munik Vieira

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo Instituto do Sono revelou que a dificuldade de dormir afeta 66,8% dos brasileiros na pandemia. O levantamento ouviu 1.600 pessoas de 24 Estados no Brasil, que responderam a um questionário virtual. Além disso, 59,4% das pessoas acordam mais vezes durante a noite.

Ultimamente, a Olimpíada no Japão também reflete nos problemas de sono dos brasileiros. Com a diferença no fuso horário de 12 horas entre o Japão e o Brasil, algumas modalidades esportivas têm suas competições realizadas pela manhã por lá, e por aqui de madrugada, assim muitos brasileiros estão perdendo noites de sono.

Para amenizar a situação, a especialista em Medicina do Sono, Doutora Jéssica Polese dá algumas dicas para ter um dia melhor. Confira!

  • Tente fazer alguma atividade física para aumentar a circulação sanguínea, se conseguir ser ao de ao ar livre melhor ainda, por conta do sol, assim o corpo entende que você precisa despertar, por conta da diminuição da produção da melatonina, que é o hormônio que induz ao sono;
  • Evite muita cafeína e funções arriscadas, você não estará 100%;
  • Tente dormir na noite seguinte normalmente, tentando se alimentar antes com refeições leves
  • Desligue-se das redes sociais – celular principalmente – para que o corpo e a mente vão relaxando aos poucos até o adormecer.
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade