22.6 C
Vitória
sábado, 15 agosto, 2020

Consórcio Público

Leia Também

PIX: ferramenta dos grandes bancos pra não perder pros novatos?

Conselheiro do Corecon avalia interesses que podem estar sendo preservados com o novo sistema, estruturado pelo BC, que passa a vigorar a partir de...

Planos de saúde vão cobrir exames para detecção do novo coronavírus

Os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG)

Virou lei: Síndicos terão que enviar denúncias de agressões às autoridades

Mais um passo importante no enfrentamento à violência contra os mais vulneráveis na Capital. A lei nº 9.653/2020, de autoria do vereador Wanderson Marinho (PSC), ...

Há três anos foi criado, e agora se fortalece de maneira exponencial, o Consórcio Público Interestadual para o Desenvolvimento do Brasil Central.

Estimulados por Mangabeira Unger, governadores de sete estados brasileiros decidiram se unir para fazer uma série de ações conjuntas, aumentando a competitividade da região e, por consequência, melhorando os indicadores de cada estado, individualmente.

Os governadores do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Maranhão, Rondônia e Distrito Federal, que juntos somam um PIB de R$ 680 bilhões, criaram uma autarquia que cuida, em nome deles, de cinco eixos estratégicos para o desenvolvimento: Gestão Pública; Articulação Institucional; Ambiente de Negócios; Infraestrutura e Logística; e Desenvolvimento Econômico.

Os eixos foram definidos em um planejamento estratégico coordenado pela empresa Macroplan, em parceria com a Fundação Dom Cabral, oportunidade na qual também se definiram os projetos prioritários a serem desenvolvidos nos próximos quatro anos.

VANTAGENS

Os ganhos para a gestão pública são enormes. Compra de medicamentos feita em conjunto, por exemplo, é mais vantajosa pelo ganho de escala. Pensar um projeto de infraestrutura e logística de maneira integrada tem a vantagem de facilitar parcerias público privadas, pois os negócios passam a ser mais atrativos. Enfim, é um modelo de gestão compartilhada que efetivamente pode trazer excelentes resultados para a sociedade.

O que chama atenção nesse caso é a vontade política dos governadores de que o Consórcio dê certo. Para coordenar cada um dos eixos estratégicos, decidiram contratar executivos experientes do mercado, por meio de uma empresa “caça-talentos”. A indicação política de nomes foi posta de lado e priorizou-se a captação de inteligência. Gestão Pública Moderna se faz assim: Compromisso com as próximas gerações e não apenas com as próximas eleições.

A pergunta que se faz é:
Por que é possível fazer uma aliança entre sete estados e existe uma dificuldade enorme em se fazer alianças do mesmo tipo entre cidades, especialmente as cidades que compõem as regiões metropolitanas?

Com a falta de recursos que vem solapando o setor público brasileiro, esta seria uma solução inteligente e que ajudaria muito no desenvolvimento de nossas cidades.

SOLUÇÕES

As soluções para que nossas cidades se tornem humanas, inteligentes, criativas e sustentáveis ainda são caras. Se conseguirmos montar consórcios intermunicipais, certamente teremos ganho de escala e conseguiremos potencializar nossos recursos, viabilizando muitas dessas soluções.

Assumi no Consórcio Brasil Central a tarefa de articular a implantação de parques tecnológicos, por conta de dois trabalhos com parques tecnológicos que ajudei a tirar do papel. Obviamente que parque tecnológico é instrumento de oferta e para que se viabilizem é fundamental que se trabalhe também o lado da demanda.

As cidades inteligentes são umas das principais demandas por tecnologia na atualidade. Vamos articulá-las, com apoio dos estados que compõem o consórcio, para que o programa proposto seja integrado e integral, dinamizando toda a economia da região e fortalecendo cada vez mais o desenvolvimento econômico do Brasil Central.


André Gomyde é Presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, membro do CCT da Presidência da República e membro do Júri do World e-Government Awards 2017, na Coreia do Sul.


Leia mais

BioTIC – o parque tecnológico de Brasília

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

ESB 179 Digital
Continua após publicidade

Fique por dentro

Com reação à pandemia, alta dos desembolsos do BNDES é a maior desde 2009

Na comparação dos desembolsos trimestrais com iguais períodos de anos anteriores, sempre corrigindo pela inflação, a alta de 61,6% foi a maior desde o terceiro trimestre de 2009

Com pandemia, Brasil tem queda recorde da atividade no 2º trimestre

Os dados do BC já levam em conta os ajustes sazonais, o que permite a comparação de um trimestre com os três meses imediatamente anteriores

Idaf realiza ação educativa na Ceasa/ES

Com o objetivo de conscientizar produtores rurais e compradores sobre a importância do Serviço de Inspeção Oficial nos produtos de origem animal, o Instituto...

Bater ponto de trabalho a distância vira questão com pandemia

A Reforma Trabalhista de 2017 regulamenta o teletrabalho como uma prestação de serviços fora das dependências do empregador

Vida Capixaba

Novas passarelas de pedestres em Viana

A Eco101 iniciou as obras para a implantação de mais três passarelas de pedestres na BR-101/ES/BA, totalizando 19 estruturas ao longo da rodovia. Atualmente, existem...

Durante a pandemia, a pele também precisa de cuidados

Entre o medo do contágio e a vontade de que tudo volte à normalidade, a pandemia despertou nas pessoas uma maior preocupação e cuidados...

O Pequeno Príncipe traz poesia às telas em espetáculo ao vivo

Conhecido do público infantil e adulto, o conto ‘O Pequeno Príncipe’, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, sai dos livros e chega aos palcos,...

Bike se populariza em tempos de coronavírus

Para fugir das lotações, dos atrasos e riscos de contaminação do transporte público, muitas pessoas se tornaram adeptas das bicicletas neste período Que táxi, que...
Continua após publicidade