24.4 C
Vitória
segunda-feira, 8 agosto, 2022

CineMarias: confira a programação do laboratório audiovisual

A programação tem início hoje, Dia Internacional da Mulher

O seminário é o ponto de partida do laboratório imersivo audiovisual do CineMarias, formação que será voltada para 60 mulheres selecionadas por meio de inscrição prévia. Até a próxima sexta-feira (12), o público geral poderá acompanhar ao vivo parte da programação, que inclui a roda de bate-papo Deixa a mina falar!, mediada pelo coletivo Nação Mulher ES e pela empreendedora, bacharel em Direito e policial Manuela Amaral; três mesas-redondas, que abordarão temas como direitos das mulheres, combate à violência, imprensa e empoderamento.

Também estará disponível o primeiro dia de atividades do workshop “A tela por elas: resistência, poesia e representação da mulher no audiovisual”, facilitado pela jornalista e documentarista Eliza Capai.

Segundo a diretora de programação Luana Laux a decisão da abertura do seminário veio como forma de democratizar o acesso e fomentar o diálogo sobre temas como enfrentamento à violência de gênero e protagonismo de mulheres no cinema, na política e na sociedade em uma data tão importante para a luta feminina.

“O foco do projeto é atender jovens mulheres residentes de comunidades da Grande Vitória, nossas futuras cineastas, como as chamamos. Mas, abrir parte da programação para o público não-bolsista e democratizar o seu acesso faz parte do nosso objetivo principal de fomentar o diálogo e novas narrativas com a sociedade sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres e o protagonismo e representação feminina no cinema, nas redes e na TV”, explica Luana Laux.

A ação cultural é uma realização do Instituto Vida Nova (Movive) e Puri Produções, com produção da Lúdica Audiovisual e apoio do Centro Universitário Faesa, da Agenda Mulher, com recursos da Lei Aldir Blanc por meio da Secretaria da Cultura (Secult), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Laboratório audiovisual: lista de selecionadas

As inscrições para a etapa formativa do CineMarias foram encerradas no dia 1º de março e contaram com mais de 170 inscritas. A comissão avaliadora selecionou as 60 jovens que receberão bolsa-auxílio de até R$ 600 para participarem das atividades.

Foram selecionadas mulheres entre 18 e 29 anos, residentes da Grande Vitória e, prioritariamente, moradoras de comunidades atendidas pelo programa Estado Presente em Defesa da Vida ou inscritas no CADÚnico.

Os dados mostram que, entre as inscritas, 78,8% se autodeclaram negras (pretas e pardas) e a maioria tem renda de até um salário mínimo (40,6%). O levantamento também mostra que 71,8% estão desempregadas atualmente e que 80% já viveram ou presenciaram alguma situação envolvendo a Lei Maria da Penha.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade