24.8 C
Vitória
segunda-feira, 28 setembro, 2020

O caminho correto para a sustentabilidade

Leia Também

Campanha das eleições municipais começa neste domingo

A partir deste domingo (27) as Eleições Municipais 2020 entram em uma nova etapa, com o início da campanha aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Os candidatos estarão liberados, por exemplo, a pedir votos e divulgar propostas nas ruas, na internet e na imprensa escrita.

Volta às aulas: Fim das restrições às aulas presenciais

O anúncio foi feito pelo Governador do Espirito Santo, Renato Casagrande, durante uma videoconferência na tarde dessa sexta feira (25)

Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e intermediário no Espírito Santo

Aumentou de 15 para 17 o número de estados em que a taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva para covid-19 é considerada de alerta baixo (menor que 60%) no boletim Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado hoje (25).

Curitiba, 28 de fevereiro e 01 de março, Expo Renault Barigui. Ali aconteceu um dos principais eventos voltados para as Cidades Inteligentes e Humanas no Brasil.

O “Smart City Expo Curitiba” chegou para ficar no calendário dos eventos do setor no País e, ao lado do congresso Connected Smart Cities, se torna uma referência para quem quer conhecer sobre o tema.

Foram dois dias de muitos debates e de apresentação de estudos de caso que levaram à
conclusão de que as cidades inteligentes e humanas serão o motor do desenvolvimento do País na próxima década.

Renomadas instituições nacionais e internacionais participaram do evento e a turma do World Trade Center Curitiba e da Fira Barcelona, capitaneados pelo iCities, deram um show de organização. Com muito orgulho, a Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas foi apoiadora do evento e agora vai trazer ainda mais novidades para todo o Brasil.

A Rede Brasileira estabeleceu parceria técnico-científica com a Escola Politécnica da USP, com o Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos e com a Fundação Ezute para ajudar as cidades a montar sua infraestrutura básica para as cidades inteligentes. Por meio de estudos aprofundados e de uma modelagem técnica, econômica, financeira e jurídica, as cidades podem transformar seus parques de iluminação pública em plataforma de integração de dados.

A Cidade Inteligente somente pode nascer com esta infraestrutura. A inteligência de uma cidade está na integração das tecnologias que hoje são disponibilizadas para todos os setores e para a sociedade. Essa integração é fundamental para que todos os dados e informações que são gerados pelas diversas tecnologias fiquem à disposição de todos, permitindo que o conhecimento seja disseminado e apropriado por toda a sociedade.

As pessoas, que são a fonte dos dados e das informações, vivem nas cidades ou no campo. Por isso, desenvolver a cidade e o campo inteligente, da maneira correta, com infraestrutra
tecnológica, é o caminho para a sustentação da democracia no século XXI

Atualmente, os dados e informações estão sendo apropriados apenas pelas grandes empresas de tecnologia da informação e comunicação. Faça um teste. Programe uma viagem para uma cidade qualquer e veja as propagandas de hotéis e restaurantes que você vai receber no seu Facebook. Por enquanto, as empresas estão utilizando suas informações para vendê-las, sem a sua autorização. Mas e quando o dono de uma delas anuncia que pode ser candidato à presidência dos Estados Unidos? Como seria um presidente norte americano que tem os dados e informações das pessoas do mundo todo, mesmo sem autorização delas?

Se os dados estiverem disponíveis para todo mundo, democraticamente, o conhecimento é de todos e todos podem competir em condições iguais. Mas se fica nas mãos de poucos, a
competição é injusta.

As pessoas, que são a fonte dos dados e das informações, vivem nas cidades ou no campo. Por isso, desenvolver a cidade e o campo inteligente, da maneira correta, com infraestrutra
tecnológica, é o caminho para a sustentação da democracia no século XXI.

Hoje, fazer uma cidade inteligente no Brasil já é possível. Temos legislação, competência e
sabemos o caminho. É preciso que nossos gestores públicos saiam da mesmice e do modelo tradicional de gestão e ao invés de ficarem criando factóides com um projeto ou outro que usa a tecnologia inteligente, mas que por si só não faz da cidade uma cidade inteligente, comecem a trilhar o caminho correto e sustentável, cuidando do presente e do futuro de nossas pessoas.

A Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, em parceria com as demais instituições, sabe o caminho. Que mais eventos como o “Smart City Expo Curitiba” e como o “Connected Smart Cities” aconteçam no Brasil, para ir abrindo a cabeça de nossos gestores públicos!


André Gomyde é Presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

A tonga da mironga do Kabuletê

Você que ouve e não fala, você que olha e não vê, eu vou lhe dar uma pala, você vai ter que aprender a...

Falácias

Falácias convencem muita gente a acreditar em teses que servem de cortina para interesses menores. Falácias são raciocínios errados ou falsos, com aparência de corretos...

O sadomasoquismo está na cabeça da senhora Al Gore

“O sadomasoquismo está na cabeça da senhora Al Gore”. Com esta frase, o vocalista da banda norte americana Twisted Sister, Dee Snider, alterou a história...

Cidades inteligentes. Cuidado!

Cidades Inteligentes. Com vontade de fazer, o poder público deixará de inventar uma novidade a cada dia e sairá do blá, blá, blá para a...

Estados Inteligentes

Há soluções para trazer retorno imediato à sociedade e ganhos políticos aos gestores. Mas precisam estar aliadas ao desenvolvimento das infraestruturas tecnológicas locais. Estados Inteligentes...

E as tragédias continuam

Mais uma vez chega o período das chuvas fortes, mais uma vez as mesmas cidades não estão preparadas para elas. As tragédias continuam. Mais uma vez...

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Agências da Caixa não abrem neste sábado

Diferentemente das últimas três semanas, as agências da Caixa Econômica Federal não abrirão neste sábado (26) para saques do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Doenças tireoidianas no idoso e a associação entre Covid-19 e a tireoide fazem parte de evento científico

De 30 a 31 de outubro ocorrerá o 19º Encontro Brasileiro de Tireoide (EBT), pela primeira vez online, em razão da pandemia da covid-19....

Cirurgia inédita no Estado para tratar tumores de pulmão

O procedimento é inovador! Chamado de lobectomia uniportal por vídeo, o procedimento será realizado no dia 26 de setembro. 

Farol Santa Luzia e Igreja do Rosário são reabertos com novas regras de visitação

A reabertura dos pontos turísticos capixabas acontece aos poucos e na última quarta feira (23) mais dois, localizados em Vila Velha, reabriram para visitação depois de ficarem fechados por meses, em consequência da pandemia do novo Coronavírus.

Difícil controlar o estresse na pandemia?

Na semana em que se comemora o dia Dia Mundial de Combate ao Estresse (23) resultados de estudos comprovam que nos últimos seis meses, devido à pandemia do COVID, a demanda por medicamentos para estresse, depressão e insônia, aumentou.
Continua após publicidade