19.5 C
Vitória
domingo, 31 maio, 2020

Rua Aristóbulo Barbosa Leão

Leia Também

Dia Mundial Sem Tabaco alerta aos riscos para fumantes em tempos de covid-19

No Brasil, estima-se que 438 pessoas morrem por dia devido ao consumo do produto. O país, entretanto, possui cerca de 20 milhões fumantes segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Câncer de bexiga: tabagismo é principal fator de risco

A estimativa foi de 9.480 novos casos, sendo 6.690 em homens e 2.790 em mulheres. Este número é considerado alarmante pelo Inca.

“Chapeuzinho Vermelho” no Diversão em Cena ArcelorMittal

Produzido pela Companhia O Trem, o espetáculo terá música ao vivo, brincadeiras e muita interação: o elenco precisará da ajuda do público para contar a história.

Especialista dá dicas para quem deseja empreender na internet

Com as medidas de isolamento, houve um aumento no mercado de compras online. Para quem ainda não está no mercado virtual de vendas, esse é o momento.

Um educador marcado pela dedicação e pelo altruísmo

O Espírito Santo deve muito de sua formação como Estado aos imigrantes europeus que aqui plantaram as bases da nossa economia e, no caso que ora enfocamos, da nossa cultura civilizatória. Aristóbulo Barbosa Leão, que teve o reconhecimento dos capixabas nominando vias públicas e educandários, é um exemplo dessa constatação.

Aristóbulo Barbosa Leão
Aristóbulo Barbosa Leão (06/06/1887 a 28/04/1977)

Neto de um imigrante português da região de Penafiel, província do Porto, que aos 18 anos veio para o Brasil, radicando-se em Vitória, Aristóbulo nasceu na Serra no dia 6 de junho de 1887, filho de Miguel Barbosa Leão e Anna da Conceição Barbosa Leão.

Completando seus estudos primários na sua cidade natal, transferiu-se para o Colégio São Vicente de Paulo, em Petrópolis (RJ), de onde, finalmente, deslocou-se para a cidade do Rio de Janeiro, completando seus estudos básicos no conceituado Colégio Pedro II.

Já no Espírito Santo, dedicando-se ao magistério, fundou em 1913 o Ginásio Vicente de Paulo, no centro de Vitória, ao lado de seus irmãos, Kosciuszko Barbosa Leão e Miguel Barbosa Leão.

Altruísta e patriota, em 15 de dezembro de 1971 fez a doação do ginásio e de uma área de terreno na Esplanada Capixaba à Prefeitura Municipal de Vitória, não se eximindo da responsabilidade assumida e permanecendo como diretor à frente dos corpos docente e administrativo que deram continuidade ao trabalho desenvolvido no ginásio.
Nessa época, aflorando sua vocação também para o jornalismo, fez publicar a “Revista Mocidade” e veiculou artigos nos jornais “A Tarde” e “Folha do Povo”.
Sua contribuição no campo das ideias levou-o à Academia Espírito-Santense de Letras, ocupando a Cadeira nº 8.

Aristóbulo Barbosa Leão
A Rua Aristóbulo Barbosa Leão, em Jardim da Penha, Vitória, é uma das diversas homenagens à memória da personalidade do mês

Em 1920, publicou o ensaio filosófico “Não Choreis Amigo”, além de “Alocução Pedagógica” em 1921 e “Do País da Sombra para o País da Luz” em 1927.

A profícua e longa vida de Aristóbulo Barbosa Leão foi interrompida com sua morte em Vitória, em 28 de abril de 1977, aos 90 anos de idade. Solteiro, não deixou descendentes.

A população da capital e da Serra, por seus representantes no Legislativo municipal, honrou sua memória dando seu nome a diversas ruas das cidades, no Parque Residencial Jacaraípe, na Mata da Praia e em Jardim da Penha, e a educandários na Serra, em Jardim Limoeiro e em Vitória.
Copidesque: Rubens Pontes.


Confira a galeria de fotos

Rua Aristóbulo Barbosa Leão


Como chegar

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Especialista dá dicas para quem deseja empreender na internet

Com as medidas de isolamento, houve um aumento no mercado de compras online. Para quem ainda não está no mercado virtual de vendas, esse é o momento.

Crise econômica causada pelo novo coronavírus faz desemprego chegar a 12,6%

De acordo com o IBGE, são aproximadamente 4 milhões de brasileiros fora do mercado de trabalho nesse trimestre.

Prejuízo com fechamento de shoppings centers capixabas chega a R$ 1 bilhão

Os shoppings centers da Grande Vitória estão fechados desde o dia 19 de março, por meio de um decreto estadual a fim de conter a pandemia do novo coronavírus.

PIB está 4,2% abaixo do pico observado no fim de 2014, diz IBGE

O resultado, segundo a instituição, é resultado do primeiro trimestre teve forte impacto da pandemia do novo coronavírus.

Vida Capixaba

“Chapeuzinho Vermelho” no Diversão em Cena ArcelorMittal

Produzido pela Companhia O Trem, o espetáculo terá música ao vivo, brincadeiras e muita interação: o elenco precisará da ajuda do público para contar a história.

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda (1º)

De acordo com a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública do Estado, realizada hoje. 

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.
Continua após publicidade