25.5 C
Vitória
sexta-feira, 15 janeiro, 2021

Brasil e Catar firmam acordo para isenção de vistos

O acordo entre o Brasil e o Catar determina que não precisará mais de visto de entrada nos países para turistas, pessoas em trânsito ou em viagens de negócios

Um acordo firmado entre o Brasil e o Catar determina que não haverá mais obrigatoriedade de apresentação de vistos de entrada nos países de turistas, pessoas em trânsito ou em viagens de negócios.

O documento foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo emir do Catar, xeique Tamin Bin Hamad Al Thani, nessa segunda-feira (28), no Palácio Real, na cidade de Doha.

Além desse acordo, foram estabelecidos novos acordos de cooperação em áreas como defesa, saúde e serviços aéreos. Além disso, os países pretendem concluir exploração de serviços aéreos entre seus territórios.

Outro assunto em pauta é o esporte. O Brasil, com sua experiência em sediar a Copa do Mundo em 2014, vai cooperar com assistência técnica, já que o Catar será a sede do evento esportivo em 2022.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o emir Tamin bin Hamad al-Thani. – Foto: QATAR NEWS AGENCY/AFP/JC

Entre os assuntos que não poderiam ficar de fora está o acordo de cooperação entre as academias diplomáticas dos dois países, inclusive para o intercâmbio de estudantes diplomatas. No Brasil, a instituição responsável pela formação de diplomatas é o Instituto Rio Branco. No campo da saúde, a colaboração nessa área será intensificada.

E na defesa, os dois países assinaram acordo para pesquisa e desenvolvimento, apoio logístico, medicina militar e fornecimento de produtos e serviços, além de intensificar a troca de conhecimentos e experiências sobre organização e operações das Forças Armadas, incluindo operações de manutenção da paz. O Brasil já participou de mais de 50 operações de paz e missões de paz das Nações Unidas.

Agenda presidencial

O presidente Bolsonaro continua visitando os países, a fim de firmar parcerias internacionais. O Catar é o penúltimo país a ser visitado. Outros países que já receberam a visita da comitiva brasileira foram o Japão, China e Emirados Árabes Unidos. Saiba mais aqui! 

Ontem ainda, o presidente foi a Riade, na Arábia Saudita, onde foi recepcionado pelo príncipe herdeiro do país, Mohammed bin Salman. No Oriente Médio, o objetivo de Bolsonaro e seus ministros é atrair investidores, em especial para os projetos de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos. Os países dessa região são donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades em países emergentes.

Leia Também:
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Governo Bolsonaro completa 600 dias

O governo do presidente Jair Bolsonaro completa 600 dias hoje (23). As principais ações desse período foram reunidas em balanço publicado na página da...

Bolsonaro recua e diz que teto e responsabilidade fiscal seguem como ‘norte’

A regra do teto de gastos, prevista na Constituição, impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação

Bolsonaro nomeia Temer e Justiça autoriza viagem de ex-presidente ao Líbano

O presidente Jair Bolsonaro oficializou na segunda-feira, dia 10, a nomeação do ex-presidente Michel Temer (MDB) como integrante da missão oficial que levará auxílio...

Congresso decreta luto oficial de 4 dias após 100 mil mortes por covid-19

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou neste sábado (8) que o Congresso decretou luto oficial de quatro dias em solidariedade "a todos...

Onyx Lorenzoni tem exame positivo de covid-19

Informação foi dada em mensagem no Twitter. Confira! O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou nesta segunda-feira (20) que foi infectado pelo novo coronavírus. Em mensagem no Twitter, o...

Governo sanciona novo Marco Legal do Saneamento Básico

Bolsonaro participou de evento virtual no Palácio da Alvorada. Saiba mais! Aprovado no Senado Federal no final do mês passado, após tramitar também pela Câmara...

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

esses setores foram responsáveis por 80% das exportações do agronegócio em 2020, contra os 78,9% de participação registrados em 2019

Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos

A Conab ressalta que, neste quarto levantamento, houve uma revisão da periodicidade e metodologia do quadro de oferta e demanda de arroz

2ª onda não tem mesmas consequências econômicas da 1ª

Bruno Serra afirmou também que a instituição precisou adotar um grau de estímulo monetário "forte" no Brasil

Vida Capixaba

Festival verão sem aglomeração

O Festival de Verão sem Aglomeração acontece de 18 a 23 de janeiro

Vai um queijinho aí?

O município de Ibitirama ganhou sua primeira agroindústria, o negócio é uma queijaria e foi o primeiro estabelecimento de 2021

Aquaviário: Transporte parece mais perto!

Serão quatro estações em três cidades, duas em Vitória, uma em Vila Velha e outra em Cariacica

Edição Especial dos Cafés Campeões

Produtores foram homenageados pela Cooperativa Cooabriel
Continua após publicidade