22.1 C
Vitória
sexta-feira, 25 setembro, 2020

O que o brasileiro pensa do governo Bolsonaro? Confira!

Leia Também

Sesa promove parceria para uso de comunicação alternativa a pacientes com Covid-19

As dificuldades respiratórias e cansaço podem promover uma barreira na comunicação. Diante desse novo cenário que a pandemia do Novo Coronavírus trouxe, a Secretaria da Saúde firmou uma parceria com o Conselho Regional de Fonoaudiologia da 6ª Região (Crefono 6) para disponibilizar um serviço mais humanizado dentro dos hospitais de referência ao tratamento da doença no Estado

TRF suspende liminar que impedia volta de peritos ao trabalho em agências do INSS

O secretário Bruno Bianco alertou publicamente que quem não voltasse teria o ponto cortado, com reflexos na remuneração no fim do mês

Reforma geral do Hospital da Polícia Militar

O investimento realizado será de R$ 1.557.998,14 e faz parte do plano de reestruturação da Segurança Pública, no escopo do programa Estado Presente em Defesa da Vida.

Segundo a 144ª Pesquisa CNT de Opinião, divulgada nesta segunda-feira (26), 53,7% da população não aprova o desempenho do presidente

Mais uma avaliação do governo Bolsonaro nas ruas.  A constante pergunta: o que o brasileiro pensa sobre da atual gestão do país foi respondida por uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT). O presidente da República Jair Bolsoraro tem desagradado mais da metade dos cidadãos brasileiros. Segundo a 144ª Pesquisa CNT de Opinião, divulgada nesta segunda-feira (26), cerca de 53,7% das pessoas não aprovam seu desempenho à Frente do Executivo. Além disso, a avaliação negativa do governo Bolsonaro saltou de 19% em fevereiro para 39,5% este mês.

A pesquisa, realizada entre os dias 22 e 25 de agosto em parceria com o Instituto MDA, entrevistou 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Avaliação do governo Bolsonaro

A aprovação recuou de 38,9% para 29,4%. Além disso, 29,1% consideram o governo atual regular. Cerca de 36,6% das pessoas apostam na melhoria da gestão, enquanto 32,9% acreditam que nada mudará e 28% acham que vai piorar.

Durante a pesquisa, os entrevistados também foram questionados sobre as áreas de melhor e pior desempenho no governo de Bolsonaro. O combate à corrupção e a segurança foram apontados como destaques positivos. Como pontos mais negativos estão a saúde e o meio ambiente, que foi avaliado por 93% das pessoas como um assunto muito importante e que merece atenção do governo federal.

A reforma da Previdência também foi um assunto muito frisado: 59,01% das pessoas entrevistas são contrárias. Outro tema polêmico é a proibição de radares móveis, com 46,6% desaprovando a medida. Segundo elas, “apenas motoristas com excesso de velocidade são multados”.

*Da redação, com informações da CNT. Em atualização

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Governo Bolsonaro completa 600 dias

O governo do presidente Jair Bolsonaro completa 600 dias hoje (23). As principais ações desse período foram reunidas em balanço publicado na página da...

Bolsonaro recua e diz que teto e responsabilidade fiscal seguem como ‘norte’

A regra do teto de gastos, prevista na Constituição, impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação

Bolsonaro nomeia Temer e Justiça autoriza viagem de ex-presidente ao Líbano

O presidente Jair Bolsonaro oficializou na segunda-feira, dia 10, a nomeação do ex-presidente Michel Temer (MDB) como integrante da missão oficial que levará auxílio...

Congresso decreta luto oficial de 4 dias após 100 mil mortes por covid-19

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou neste sábado (8) que o Congresso decretou luto oficial de quatro dias em solidariedade "a todos...

Onyx Lorenzoni tem exame positivo de covid-19

Informação foi dada em mensagem no Twitter. Confira! O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou nesta segunda-feira (20) que foi infectado pelo novo coronavírus. Em mensagem no Twitter, o...

Governo sanciona novo Marco Legal do Saneamento Básico

Bolsonaro participou de evento virtual no Palácio da Alvorada. Saiba mais! Aprovado no Senado Federal no final do mês passado, após tramitar também pela Câmara...

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Valor Bruto da Produção Agropecuária deve ser recorde de R$ 823 bi, diz CNA

Outros fatores que podem influenciar o indicador do setor são o aumento de 4,3% na produção, a alta de 18,7% nos preços

Vida Capixaba

Farol Santa Luzia e Igreja do Rosário são reabertos com novas regras de visitação

A reabertura dos pontos turísticos capixabas acontece aos poucos e na última quarta feira (23) mais dois, localizados em Vila Velha, reabriram para visitação depois de ficarem fechados por meses, em consequência da pandemia do novo Coronavírus.

Difícil controlar o estresse na pandemia?

Na semana em que se comemora o dia Dia Mundial de Combate ao Estresse (23) resultados de estudos comprovam que nos últimos seis meses, devido à pandemia do COVID, a demanda por medicamentos para estresse, depressão e insônia, aumentou.

Terminam hoje inscrições para II Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

Voltado para estudantes, pesquisadores, professores e demais educadores ambientais, o encontro será realizado de quarta-feira (23) a sexta-feira (25) de forma virtual devido às medidas de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).

Conselho Tutelar: Vereador apresenta denúncia ao ministério público

A capital do Espírito Santo registrou em 2019 nada menos que 244 casos de abuso sexual infantil cometidos contra crianças e adolescentes de até 19 anos de idade. Um aumento de 32% em relação ao registrado no ano anterior pela Secretaria Municipal de Saúde (175 casos).
Continua após publicidade