28.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

2023: um ano que superou expectativas

Com base em várias evidências socioeconômicas, é possível constatar que 2023 superou expectativas para o Brasil e ES. Novo ano inicia com esperança de bons ventos na economia nacional e estadual

Pablo Lira

Nesse período de final de ano, é bom refletirmos sobre os avanços e desafios enfrentados ao longo dos últimos 12 meses. Tanto no cenário econômico do Brasil, quanto no cenário do Espírito Santo 2023 foi um ano importante.

- Continua após a publicidade -

Em dezembro de 2022, o relatório de mercado do Boletim Focus do Banco Central previa um crescimento de 0,75% para o Produto Interno Bruto (PIB) do país. Um ano depois, o mesmo Boletim do Banco Central estima que a economia nacional vai fechar o ano com expansão de 2,84%.

Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) assinalaram um crescimento acumulado até o 3º trimestre de 2023 de 3,2% no PIB brasileiro, desempenho acima das previsões do mercado. Destaque positivo para a agropecuária, atividades de serviços e comércio e resultados importantes na indústria.

Combinada com essa expansão, a inflação (IPCA) acumulada em 12 meses até novembro foi de 4,68%, ficando abaixo do teto da meta (4,75%). O controle da inflação contribuiu para que o Banco Central mantivesse a estratégia de diminuição da taxa de juros (Selic), que fechou 2023 em 11,75%. As previsões do mercado assinalam que no próximo ano os juros vão continuar em tendência de queda, o que amplia as possibilidades de investimentos, geração de emprego e renda.

Por falar em mercado de trabalho, o Brasil registrou uma taxa de desemprego de 7,7% no 3º trimestre de 2023, a menor taxa dos últimos 9 anos. Ademais, no atual ano o país contabilizou pela primeira vez na história mais de 100 milhões de trabalhadores.

Nesse mesmo período, o estado do Espírito Santo apresentou uma taxa de desemprego abaixo da média nacional (5,5%), a menor taxa de toda sua série histórica. Ao mesmo tempo, a economia do ES evidenciou crescimento de 4,4% no acumulado até o 3º trimestre de 2023, desempenho acima da média nacional. No cenário capixaba, se destacaram com expansão os setores do comércio, serviços e indústria. A agropecuária capixaba manteve previsões de safras positivas para seis de seus dez principais produtos, a saber, pimenta-do-reino, banana, tomate, mandioca, cacau e coco.

Com base nessas evidências socioeconômicas, é possível constatar que o ano de 2023 superou as expectativas para o Brasil e Espírito Santo. O novo ano se inicia com esperança de bons ventos na economia nacional e estadual. Que 2024 seja um ano iluminado, repleto de felicidades e realizações!  

Pablo Lira é Doutor em Geografia, Mestre em Arquitetura e Urbanismo, pesquisador do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e professor da Universidade Vila Velha (UVV)

Mais Artigos

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Fique por dentro

ECONOMIA

Vida Capixaba