Não é fácil…

Nunca agradaremos a todos. Seremos sempre alvos de críticas, muitas sem fundamento algum

“Nossa! A Maria Clara ainda está mamando no peito? Ela já vai fazer 3 anos”, perguntou-me recentemente uma conhecida, com claro tom de desaprovação.
“Sim, ainda está, e vai mamar até quando nós duas (eu e ela), acharmos que é possível”, respondi, confesso que já bem cansada desses questionamentos críticos e que nada acrescentam.

Não é mesmo fácil achar o caminho “certo” na vida, seja como ser humano, seja como mulher, seja como mãe… Quando a gente acha que está fazendo algo tão positivo, “do bem” e inocente como amamentar, vem alguém e diz que não, “não pode amamentar tanto tempo assim”, “não precisa”, “ela já é mocinha”, “tem que desmamar”.
Fato é que não há unanimidade.

Nunca agradaremos a todos. Seremos sempre alvos de críticas, muitas sem fundamento algum. Se amamenta pouco, é criticada. Se amamenta muito, também. Se dá leite artificial, mais críticas. Falta é a empatia.

Falta tentar entender as escolhas do outro. Compreender as condições que levam o outro a agir dessa ou daquela maneira.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!