Corpos de vítimas de acidente aéreo são encontrados no mar

Foto: Divulgação

O avião desapareceu com 38 pessoas a bordo. A aeronave decolou de Puntas Arenas, sul do Chile, para uma base da Antártica

Restos mortais foram encontrados na mesma região em que a Força Aérea Chilena estabeleceu último contato com o avião militar desaparecido desde a segunda-feira (09). Segundo informações, 38 pessoas estavam a bordo.

A Força Aérea do Chile anunciou que perdeu “o contato via rádio” no início da noite da segunda-feira com o avião militar C130. A aeronave decolou em Punta Arenas, sul do país, em direção a uma base na Antártica.

“A notícia que nos foi dada nos deixou consternados: a descoberta de corpos no mar de Drake e também parte da fuselagem que corresponde ao avião atingido, o C130 da Força Aérea do Chile”, disse o governador da região de Magalhães, José Fernández.

Destroços que a Força Aérea Chilena acredita ser de avião militar que caiu esta semana foram encontrados na Passagem de Drake (Foto: Reuters/Fuerza Aerea de Chile)

Segundo o governador, a aeronave que saiu da base aérea de Chabunco, em Punta Arenas, a mais de 3 mil quilômetros ao sul de Santiago do Chile, tinha como missão prestar apoio logístico à base na Antártica.

*Da redação, com informações de Agência Brasil 

Leia Também:
Conteúdo Publicitário