Mudança administrativa economizará papel em Vila Velha

(Fotografia - Divulgação/PMVV)

Alguns processos serão feitos somente por via eletrônica

Mais de 1,5 milhão de folhas de papel serão economizadas por ano pela Prefeitura de Vila Velha. Isso porque está sendo implantado, o sistema eletrônico digital na tramitação interna de processos de IPTU, ISS, parcelamentos, pedidos de iluminação pública e de poda de árvores, por exemplo.

A tecnologia será empregada de forma gradativa em processos de licenciamentos e naqueles considerados mais simples, que somam entre 30 mil a 40 mil anuais.

“Esses são processos simples em termos de tramitação processual, mas volumosos porque demanda-se muito através do protocolo da Prefeitura. A intenção é deixar mais ágil, menos custoso e que se consiga reduzir de forma relevante o uso de papel”, explicou o secretário municipal de Administração, Rafael Gumiero.

Um dos maiores ganhos do novo sistema, portanto, será para o Meio Ambiente. “No conjunto desses processos de simples tramitação, temos um volume de 30 a 40 mil unidades por ano. Se a gente for considerar uma média de 50 folhas por processo, estamos falando de 1,5 milhão”, contabilizou o secretário.

Com isso, o tempo de apreciação, em alguns casos, também irá diminuir. “A ideia é reduzir até 30% do tempo de tramitação desses processos. É claro que cada um tem uma rotina tem requer análise específica”, reforçou.

Reunião

Para iniciar a implantação do novo sistema em processos internos, a administração municipal reuniu secretários e subsecretários na última sexta-feira (12). O objetivo foi mapear os processos por assunto que passarão a ser processo eletrônico digital.


LEIA TAMBÉM
Conteúdo Publicitário