Vila Velha 484 anos: Um município cheio de riquezas e cenários paradisíacos

O município, que é considerado o segundo mais populoso do Espírito Santo, é cortado por um lindo litoral e está crescendo cada vez mais economicamente

Nesta quinta-feira (23) é celebrado o Dia da Colonização do Solo Espírito-Santense. A data é alusiva a chegada do donatário Vasco Fernandes Coutinho à Capitania do Espírito Santo em 1535, dando origem à vila em que os portugueses se instalariam e a partir dali começaria a história de nosso Estado.

A comitiva, que contava com cerca de 60 homens, enfrentou problemas graves com os índios que habitavam o lugar. Desta forma, Vasco transferiu a sede da capitania para até então denominada Vila Nova para se diferenciar da primeira, Vila Velha. Com a expulsão dos índios “Vila Nova” passou a ser chamada de Vila de Nossa Senhora da Vitória.

O local onde foi construído o Convento da Penha. – Foto: Reprodução / Arquivo

Com isso, a primeira missão dos portugueses ao chegarem na região, foi construir a Igreja do Rosário. De acordo com o pesquisador Gether Lima, a ideia de erguer a edificação fazia parte de um  convênio dos portugueses com a Santa Sé para difundir o cristianismo no mundo.

E foi ao redor da Igreja do Rosário que a vila do Espírito Santo foi sendo construída. Foram apenas 15 anos que a cidade ficou sendo a capital, já que em 1550 a Ilha de Nossa Senhora da Vitória se tornou a sede do Estado.

A Praia da Costa é uma das mais frequentadas pelos munícipes. – Foto: Divulgação

O município cresceu e hoje é considerado o segundo maior centro comercial do Estado, depois da capital, Vitória. Além disso, é o segundo município mais populoso, perdendo apenas para a Serra.

Vila Velha é cortada por um litoral impressionante. A orla da Praia da Costa, por exemplo, é um de seus maiores destaques e recebe investimento, sendo preservada a fim de garantir a visita de turistas e moradores.

Desfile cívico

O desfile cívico-militar em alusão aos 484 anos da Colonização do Solo Espírito-santense, comemorados hoje, será realizado a partir das 7h50, como tema: “Capixaba, muitas culturas, uma história”. No total, 28 escolas municipais já estão preparadas para homenagear 17 municípios capixabas no desfile cívico-militar de quinta-feira (23), no Centro.

Desfile cívico em comemoração ao aniversário de Vila Velha. – Foto: Felix Falcão

De acordo com a Coordenação de Arte e Cultura da Secretaria Municipal de Educação (Semed), 1.200 alunos participarão do desfile, que será realizado no mesmo local de 2018, na sequência das avenidas Jerônimo Monteiro e Champagnat, com o ápice na Praça Duque de Caxias, no Centro.

Além disso, duas unidades municipais de Educação Infantil (Umeis) e 26 unidades municipais de Ensino Fundamental (Umefs) farão parte do desfile. “Os alunos estudaram a temática do desfile e teremos um grande evento nesta quinta-feira (23)”, afirmou o secretário municipal de Educação, Roberto Beling.

Doze bandas escolares participarão do tradicional desfile. Equipes da Prefeitura de Vila Velha já estão mobilizadas para a realização do evento.

 

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!