21 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro, 2020

TSE permite que candidato impulsione link usando nome de adversário

Leia Também

Sesa divulga portaria sobre a Covid-19

A secretaria de Estado da Saúde publicou no diário oficial uma nova portaria que define as medidas a serem tomadas para o enfretamento a Covid-19 no Estado

Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

No próximo dia 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O dia tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue pela ação de doar

Câncer Infantojuvenil, ainda faltam avanços

Enfrentamento a doença foi debatida em reunião online com autoridades do Estado e de Instituições ligadas ao combate a doença

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (8), por 5 votos a 2, reverter a condenação de um candidato que havia impulsionado seu site em buscas na internet usando como palavra-chave o nome de seu adversário direto.

Com informações da Agência Brasil

Trata-se do primeiro precedente aberto sobre o assunto e deverá servir de parâmetro no julgamento de casos futuros.

Em 2018, quem buscasse no Google pelo nome do candidato a senador Ricardo Tripoli (PSDB-SP) recebia como primeiro resultado um link para a página de Jilmar Tatto (PT-SP), que à época também disputava um assento no Senado. Nenhum dos dois se elegeu. O petista hoje concorre a prefeito de São Paulo.

“Procurando por Ricardo Tripoli? Conheça Jilmar Tatto”, dizia o primeiro resultado da busca. Isso ocorreu porque o petista pagou para impulsionar seu conteúdo usando como palavra-chave o nome do adversário.

O impulsionamento de conteúdo, serviço disponível em mecanismos de busca e em redes sociais, é a única modalidade de propaganda eleitoral paga na internet permitida pela legislação. Nesse caso, contudo, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) considerou ter havido um abuso da permissão, em claro “estratagema” para burlar a lei. A corte local então multou Tatto em R$ 10 mil.

Nesta quinta-feira (8), o plenário do TSE decidiu absolver Tatto. A maioria dos ministros entendeu que, embora dúbia do ponto de vista moral, a prática não pode ser considerada ilegal, desde que atenda a todos os requisitos da Lei das Eleições, entre eles a clara identificação como propaganda eleitoral paga.

Esse foi o entendimento do relator do caso no TSE, ministro Sergio Banhos. Em março, no início do julgamento, o ministro destacou que os resultados normais, ou orgânicos, da busca ao nome de Tripoli apareciam logo abaixo do resultado impulsionado por Tatto.

“O eleitor, no resultado da sua busca, tem plena liberdade para clicar ou não no link patrocinado, assim como para acessar qualquer outra página mostrada na pesquisa, inclusive os resultados orgânicos”, disse Banhos, que foi seguido integralmente pelos ministros Edson Fachin, Og Fernandes, Carlos Horbach e Marco Aurélio Mello.

Ao devolver a vista do processo nesta quinta-feira (8), o ministro Luís Felipe Salomão divergiu. Ele chamou a prática de “uso parasitário do nome do concorrente” e sugeriu que o TSE aprovasse uma tese proibindo a contratação de links patrocinados usando como palavra-chave o nome de adversários.

Em março, o ministro Alexandre de Moraes também havia divergido. Nesta quinta, ele voltou a ressaltar que o resultado do julgamento pode tumultuar o processo eleitoral e também fez um paralelo com o direito comercial, no qual a prática é considerada ilegal, argumentou.

“Você procura o carro X, e faz-se esse redirecionamento para o carro Y de outra marca, isso é considerado ilícito pela Justiça comum”, disse Moraes. “Nós não podemos confundir o mercado livre de ideias que existe para que o eleitor procure tudo o que ele queira com um verdadeiro estelionato parasitário, onde o eleitor procura uma coisa e vem uma lista de outras coisas”, acrescentou o ministro, que ficou vencido

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Sesa divulga portaria sobre a Covid-19

A secretaria de Estado da Saúde publicou no diário oficial uma nova portaria que define as medidas a serem tomadas para o enfretamento a Covid-19 no Estado

Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

No próximo dia 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O dia tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue pela ação de doar

Câncer Infantojuvenil, ainda faltam avanços

Enfrentamento a doença foi debatida em reunião online com autoridades do Estado e de Instituições ligadas ao combate a doença

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África

Produtor do ES e de MG vencem Concurso Nosso Café

Produtor capixaba vence Concurso Nosso Café e vai para exposição internacional de Café

Vacina de Oxford contra covid tem eficácia média de 70%

A farmacêutica anunciou que vai buscar autorização de uso emergencial do imunizante junto à Organização Mundial de Saúde (OMS)

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 182
Continua após publicidade

Fique por dentro

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

Guedes: transformar recuperação cíclica em autossustentável

Ministro admitiu que o governo vem falhando, porque ainda não conseguiu diminuir nem 1% nesta administração. "Falha nossa"

Agricultura lança plataforma para registro de máquinas e tratores

A plataforma vai funcionar em uma fase piloto, em que somente alguns agentes autorizados, como as concessionárias de vendas de equipamentos

Estudos indicam que probabilidade de 2ª onda é baixa, diz secretário

"Do ponto de vista econômico temos que garantir solidez fiscal e aumentar a produtividade", acrescentou o secretário

Vida Capixaba

Influenciadores digitais criam e-book sobre Espírito Santo

Um E-book com informações turísticas do Estado foi elaborado por um grupo de nove colaboradores. O livro digital intitulado “Conheça o ES” reúne informações dos 78 municípios do Espírito Santo

Cuidados da Mente: novo modelo de negócio na saúde mental

Grupo investe em novo modelo de negócio para atendimento em saúde mental, apostando em diagnósticos mais precisos e diminuição no número de internações

Festival da Família: Diversão em Cena ArcelorMittal

Festival da família, ação é interativa e promove o desenvolvimento emocional de crianças

Melasma Ocular

Problema nem sempre é visível e pode ser confundido com olheiras
Continua após publicidade