20.9 C
Vitória
quarta-feira, 20 outubro, 2021

Tendência de recuperação do mercado de trabalho no Estado

Pela primeira vez desde março, início da pandemia, o Estado apresentou um saldo positivo de empregos. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que o total de admissões foi superior ao de demissões em 2.005 novos postos formais de trabalho.

A evolução favorável no saldo de empregos para o mês de julho no Espírito Santo já demonstra uma sensível melhora na economia. Em julho, todos os setores, exceto a agropecuária, apresentaram melhora no saldo de admissões em relação o mês anterior.

O setor com o maior saldo foi a indústria, o que fortalece a tendência de recuperação do mercado de trabalho com a reabertura gradativa da economia. A indústria apresentou um saldo de 1.476 novos empregos e a construção civil 928.

Esse aumento no saldo de empregos no Estado em julho soma-se a outros fatores que demonstram um cenário econômico ligeiramente mais positivo. A mais recente pesquisa Sebrae/ FGV, que analisa o Impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios, mostrou, por exemplo, que os donos de pequenos negócios entrevistados acreditam que a situação da economia esteja de volta ao normal em menos de um ano.

“Existe um clima favorável sendo construído para esse retorno gradual da economia. As pesquisas estão demonstrando dados positivos, comprovando que uma recuperação é possível e que estamos encontrando o caminho certo. No entanto, é preciso ter calma e continuar atento às finanças da empresa e, principalmente neste momento de retorno, às boas práticas de segurança sanitária. Sem esses cuidados o empresário pode ter que recuar mais adiante. Temos que estar preparados para promover uma reabertura responsável e consistente”, alerta o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo.

 

*Com informações da Agência Sebrae

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade