Seu pet precisa de atenção no verão. Confira as dicas!

Foto: Reprodução

As altas temperaturas da estação podem causar incômodos aos bichinhos. Confira as dicas de uma especialista para deixá-los em segurança

O verão é a estação mais aguardada por muitos brasileiros, mas para aqueles que costumam levar os seus pets a passeios ao ar livre e viagens, é importante se atentar aos cuidados para que os bichinhos não se prejudiquem com o “calorão”.

A veterinária da ComportPet, Cláudia Winston, explicou que os animais, assim como os seres humanos, podem sofrer muito com o calor excessivo, principalmente em épocas como a atual.

“Os tutores devem buscar formas de refrescar o cão, para que ele não se sinta mal nem desanimado e consiga aproveitar todos os momentos de forma saudável”, disse.

Confira algumas dicas para driblar o calor e deixar seu “melhor amigo” confortável:

Horários do passeio

Passear é uma das atividades preferidas dos cães, e não deve ser deixada de lado quando as temperaturas estão altas. Porém, é aconselhável que os tutores evitem praticar atividades físicas, como passeios, agility, corridas, aulas de adestramento, com seus cães, em horários mais quentes do dia, entre 10 e 16 horas.

“Nesse meio tempo, as atividades devem ser restritas a áreas cobertas com sombra, bem ventiladas e com piso que não queime as patinhas dos cães. O asfalto quente é um grande causador de queimadura dos coxins (almofadin00has das patas) de nossos pets nessa época”, explicou Cláudia.

Para a veterinária, algumas raças necessitam de atenção dobrada nesta época do ano. “Os cães braquicefálicos, de focinho achatado, como Pug, Shih Tzu, Buldogue, Sharpei, entre outras raças, costumam ter complicações respiratórias frente ao calor excessivo que podem levar a morte, como a síndrome da angústia respiratória”, alertou.

É necessário hidratar o animal com água fresca todos os dias. – Foto: Reprodução

Hidratação

O cão deve ter sempre por perto uma tigela com água filtrada fresca e limpinha durante todo o dia e noite. De acordo com a especialista, um cão precisa em média de um consumo hídrico de 60 ml/kg/dia.

Para garantir este frescor, sugere-se que pedras de gelo sejam adicionadas na água. “Atualmente é possível encontrar desde bebedouros automáticos – permite que água esteja em movimento, limpa e filtrada -, até uma camada de gelo reciclável por baixo da tigela, que garante o frescor por mais tempo”, explica.

Pedaços de fruta gelada e água de coco são boas opções, porém a Dra. Cláudia faz uma observação importantíssima: “O líquido extraído do coco é amado por quase todos animais, mas ele deve ser utilizado como um complemento e não substituto. Já as frutas, algumas devem ser evitadas, como carambola, uva e sementes de qualquer fruta”, alerta.

Invista na proteção solar

Tomar um simples banho de sol diário, pode ser bastante prazeroso para os cães, porém requer cuidados extras. Desta forma, para a veterinária, é “obrigatório” que cães usem protetor solar, principalmente nas áreas do corpo com pouco pelo que deixam a pele mais desprotegida.

“Recomenda-se que os tutores usem protetores solar desenvolvidos para cães e gatos, com FPS acima de 30, pois a pele dos animais são dermatologicamente diferente da humana”, recomendou.

A toda é importante para cuidar do saúde no animal no verão. – Foto: Folha do Litoral

Mantenha o banho e a tosa do pet em dia

Os banhos semanais e a tosa higiênica não só servem para refrescar os pets, mas para mantê-los limpinhos. No caso dos animais de pelagem longa, aconselha-se, nessa época, uma tosa mais curta, como por exemplo tosa bebê, que facilita a limpeza das patinhas, barriguinha, focinhos e região traseira no dia-a dia. “Ajuda a evitar que a pelagem fique embaraçada e encardida, além de evitar problemas de pele”, complementa a veterinária.

Como os cães mantêm a troca de calor por meio da língua e coxins, é importante que a região esteja limpa. “Se os donos não tomarem as medidas adequadas, o calor pode ser cruel com os animais, principalmente aqueles de pêlo longo. Por isso, manter o comprimento curto, além de ser mais higiênico, também irá proporcionar uma sensação de frescor para os bichinhos.”, finalizou Claudia.



Leia mais:

Conteúdo Publicitário