21 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Influenza: pessoas em situação de rua entram para o grupo prioritário

esbrasil-vacina-influenza
Além de crianças, idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, indígenas e professores, agora as pessoas em situação de rua também fazem parte do grupo prioritário de vacinação contra a Influenza - Foto: Divulgação/Sesa

A estimativa do órgão é imunizar contra Influenza pouco mais de 2.400 pessoas em situação de rua em todo Espírito Santo, segundo dados do Ministério da Saúde

Por Wesley Ribeiro 

A secretaria de Estado de Saúde (Sesa) publicou Nota Técnica Nº 14/2022, na última quarta-feira, 18 de maio de 2022, anunciando que vai incluir mais um grupo prioritário na 24ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza: as pessoas em situação de rua. Com isso, os municípios capixabas estão autorizados a iniciar a vacinação deste grupo.

A medida visa à proteção dessa população em virtude da vulnerabilidade que apresenta e a estimativa é poder imunizar pouco mais de 2.400 pessoas em situação de rua em todo Espírito Santo, segundo dados do Ministério da Saúde.

“Orientamos e recomendamos que os municípios capixabas realizem ações extramuros, em busca dessa população, para a vacinação. É um grupo de alta vulnerabilidade, ainda mais no período que estamos com a diminuição das temperaturas, além da sazonalidade das doenças respiratórias”, destacou a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Sesa, Danielle Grillo.

Ela explicou também que as doses destinadas à campanha também serão utilizadas nesta população, uma vez que se trata de um grupo populacional pequeno e que não impactaria no total de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

Danielle Grillo ressaltou, entretanto, que as doses destinadas aos grupos que têm meta vacinal estão garantidas e que eles devem procurar o serviço de saúde para se vacinar até o dia 03 de junho, data de finalização da campanha.

Grupos prioritários para Influenza

Além das crianças, idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, indígenas e professores, os grupos que têm meta vacinal, a 24ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza também engloba demais grupos prioritários, e sem meta, cujas doses estão disponíveis nas unidades de saúde em todo o Estado.

São eles: pessoas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas. E, agora, a inclusão de pessoas em situação de rua.

Cobertura vacinal Influenza

Até a última quinta-feira, 19 de maio, a cobertura vacinal dos grupos com meta preconizada pelo Ministério da Saúde é de 50,26% para idosos; 42,39% para trabalhadores da saúde; 26,19% para crianças; 18,17% para população indígena; 15,63% para gestantes; 9,46% para puérperas; e 4,94% para professores.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade