28.9 C
Vitória
quinta-feira, 1 outubro, 2020

Odebrecht pagou US$ 3,37 bilhões de propina entre 2006 e 2014

Leia Também

Assistente virtual vai tirar dúvidas dos eleitores

TRE-ES apresenta Bel. A assistente virtual irá esclarecer dúvidas sobre a regularidade da situação do eleitor, o número da inscrição eleitoral, o local de votação, dentre outras

Outubro Rosa: Conscientização sobre o câncer de mama

Começa nesta quinta-feira (01) a campanha Outubro Rosa. Com o tema “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em nove anos

Pelo segundo mês seguido, o país criou empregos formais.

Os depoimentos dados por Marcelo Odebrecht e os demais delatores do grupo à Justiça indicam os beneficiários de pelo menos R$ 1,68 bilhão pago em propinas e contribuições ilegais de campanha. Recurso esse distribuído a políticos, lobistas, empresários e dirigentes de estatais no Brasil e no exterior, totalizando quase 500 beneficiários.

Mas o esquema montado pela empreiteira para garantir o superfaturamento de obras e o desvio de recursos públicos movimentou quantias muito maiores. Segundo delação do ex-executivo Hilberto Mascarenhas, entre 2006 e 2014, o Setor de Operações Estruturadas – famoso departamento de propinas da Odebrecht – realizou pagamentos de US$ 3,37 bilhões, montante que hoje equivale a mais de R$ 10,5 bilhões. Isso sem contar que em diversas operações apontadas pelos delatores não há detalhamento de quanto foi pago aos agentes públicos envolvidos.

O rastreamento de R$ 1,68 bilhão foi feito pelo jornal O Estado de S.Paulo com base no cruzamento de dados de três fontes de informação: os 337 pedidos de abertura de inquérito e petições assinadas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF); os depoimentos que executivos da Odebrecht prestaram, como parte de seus acordos de delação premiada; e a planilha de pagamentos entregue aos procuradores por Benedicto Júnior, um dos delatores.

Do total de recursos em que o beneficiário foi identificado, a maior parte se destina a representantes do PT e do PMDB, partidos que dividiram o poder nos governos Luiz Inácio Lula da Silva Dilma Rousseff. Mas também há uma grande parcela destinada a líderes do PSDB, principal partido de oposição durante as gestões petistas.

O grupo Oderbrecht, que segundo os delatores enxergavam essas propinas como “investimento”, negociou favores com políticos em todas as esferas de poder – de vereadores em cidades pequenas  a autoridades do Palácio do Planalto. E essa vasta negociação rendeu à empresa a aprovação de medidas tributárias que a beneficiaram e benesses em contratos de infraestrutura, compradas em comissões.

A empreiteira atendeu a pedidos, mas também ofereceu contribuições a políticos que se alinhavam a seus interesses. Procurou ainda quebrar resistências de indivíduos e grupos que identificou como potenciais obstáculos. Quanto mais influentes os políticos, maiores eram os valores pagos.

No topo do ranking de pagamentos compilado pelo Estadão – cujas posições ainda podem variar, a depender das investigações e da revelação de novos documentos – estão, além de representantes do PT, do PMDB e do PSDB, um ex-diretor da Petrobras e nomes ligados aos governos de Angola e Venezuela. Entre os políticos brasileiros que mais receberam propina, destaque para o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (PT), os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP) e o ministro e ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD).

- Publicidade -

Matérias relacionadas

PGR arquiva reclamação contra Alcolumbre por travar ‘impeachment’ de ministros

"Esta circunstância, por si só, impede considerar que o noticiado está retardando ato que deveria praticar de ofício", escreveu o procurador Aldo de Campos

Congresso cancela análise de vetos de Bolsonaro

O governo agiu para esvaziar a sessão. Presidente do senado havia prometido a líderes partidários que a votação iria ocorrer com ou sem acordo

Nome de Bolsonaro para suceder Mello, Kassio Marques é discreto e bem avaliado

A expectativa no STF é que temas como aborto devem ter forte resistência de Marques, caso ele assuma mesmo uma cadeira na Corte.

Bolsonaro diz a vice-líderes recém-indicados que eles têm um futuro a escrever

Presidente nomeou dez novos vice-líderes do governo no Congresso e solicitou a dispensa de outros oito

Associação de juristas evangélicos oficializam apoio a André Mendonça ao Supremo

O presidente da Anajure disse esperar que Bolsonaro "cumpra a promessa que ele fez de nomear um ministro evangélico"

PF prende 2 secretários e 1 assessor do governador Helder Barbalho

No pedido enviado à Francisco Falcão, as autoridades policiais registraram ainda a possibilidade de Helder Barbalho exercer função de liderança no grupo criminoso

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes: precatório não é fonte saudável, limpa, permanente e previsível

Temos o direito de examinar do ponto de vista de controle de despesas, o exame não é jamais para financiar programa A ou B", completou ministro

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Nova LEI proíbe fumar em parques públicos de Vitória

Agora é lei em Vitória: fica proibido fumar nos parques públicos municipais. Não será permitido o fumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés ou qualquer produto fumígeno, derivado ou não do tabaco.

Hoje é dia da moqueca capixaba

A data, 30 de setembro, foi instituída por meio de lei municipal nº 8.313/12 e faz parte do calendário oficial de Vitória

Outubro Rosa 2020: novo formato, mesmo conceito

O movimento oficial Outubro Rosa 2020 chega em novo formato no Espírito Santo, mas com o mesmo conceito: alertar sobre a importância da detecção precoce do câncer. Afinal, a vida mudou. A forma de cuidar dela, não.

Bate-papo sobre “logística reversa”

A Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção Espírito Santo (ABES-ES) irá promover um bate-papo online na terça-feira (29), às 19h, com o tema “Logística Reversa”.
Continua após publicidade