22.9 C
Vitória
quinta-feira, 21 outubro, 2021

Novo Nissan Versa ganha estilo à altura do conforto

Leia Também

O espaço na cabine, que já era bom, está maior. Todos os comandos estão ao alcance das mãos, e o isolamento acústico também melhorou

Por José Antonio Leme (AE)

O Nissan Versa sempre teve diversas qualidades, mas algumas delas, como o excelente espaço, eram ofuscadas pelo visual desinteressante. A linha 2021 do sedã, no entanto, resolve a questão. Com isso, o modelo que acaba de chegar do México deve fazer sucesso nas ruas com um público mais abrangente que o de motoristas de táxi e Uber, como ocorre com o modelo antigo.

O novo Versa chega às lojas a partir de R$ 72.990. Esse é o preço da versão Sense com câmbio manual de cinco marchas. A mesma versão com transmissão automática CVT pula para R$ 77.990. As outras duas configurações são equipadas apenas com a opção automática. A Advance custa R$ 83.490, enquanto a Exclusive sai por R$ 92.990. O motor 1.6 flexível de até 114 cv do modelo antigo foi mantido.

De série, todas são bem equipadas. Desde a Sense há chave presencial com partida por botão, volante multifuncional, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sensor de obstáculos traseiro, ar-condicionado, retrovisores elétricos e seis air bags.

Na versão de topo, Exclusive, avaliada pelo Jornal do Carro, há ainda controle de velocidade de cruzeiro, acendimento automático de faróis, painel de instrumentos de TFT colorido, rodas de liga leve de 17″, luzes de neblina, faróis de LEDs (incluindo os de uso diurno), alertas de colisão frontal com frenagem autônoma, de tráfego cruzado e de ponto cego.

Também são de série ar-condicionado digital e central multimídia com integração a Android Auto e Apple CarPlay. Há ainda câmera 360º com alerta de movimento e aviso de esquecimento de crianças ou objetos no banco traseiro. Esse último funciona da seguinte forma: caso o motorista abra a porta traseira, coloque algo no banco e saia com o carro, quando o veículo for desligado ele dá duas sequências de três buzinadas, como alerta de que algo foi colocado no banco.

Em relação ao Versa anterior – que permanece em produção em Resende (RJ), rebatizado de V-Drive -, o novo é 4,1 centímetros mais baixo (1,46 m), 4,5 cm mais largo (1,74 m), tem 2 cm a mais de entre-eixos (2,62 m) e praticamente o mesmo comprimento (4,49 m). O porta-malas foi de 460 para 482 litros, e o acesso a ele foi melhorado com o remanejamento das alças da tampa.

O espaço na cabine, que já era bom, está maior. Todos os comandos estão ao alcance das mãos, e o isolamento acústico também melhorou. Ouve-se menos o ruído do motor e o vento passando pela cabine, resultado do aumento de material de isolamento e do vidro dianteiro mais espesso.

AO VOLANTE

O carro está melhor de dirigir, mais estável, e a carroceria balança menos nas mudanças de direção. Isso deve-se às alterações feitas na antiga plataforma. A direção elétrica está mais direta e a suspensão traseira tem nova fixação. Além disso, molas e amortecedores foram recalibrados, e os batentes, que eram de borracha, agora são feitos de poliuretano, mais resistente.

Como o motor 1.6 não mudou e o câmbio automático CVT é o mesmo do Kicks, não espere muito em termos de desempenho. Embora a transmissão tenha engrenagem para melhorar arranques e retomadas, na prática (como ocorre no Kicks) falta fôlego para mover os 1.137 kg do sedã. A função Sport, acionada por um botão na alavanca, quase não faz diferença.

FICHA TÉCNICA

Nissan Versa Exclusive

Preço sugerido: R$ 92.990

Motor: 1.6, 4 cil., 16V, flexível

Potência (cv): 114 a 5.600 rpm

Torque (mkgf): 15,5 a 4.000 rpm

Câmbio: Automático, CVT

Comprimento: 4,49 metros

Porta-malas: 482 litros

FONTE: Nissan

PRÓS E CONTRAS

PRÓS – DIRIGIBILIDADE

Mudanças feitas na suspensão e acerto na direção deixaram o Versa mais confortável e ágil.

CONTRAS – MOTOR/CÂMBIO

Propulsor e câmbio não estão no nível do novo visual e da tecnologia que o sedã acabou de ganhar.

Continua após publicidade

Mais Motores

Blogs e colunas