22.9 C
Vitória
quinta-feira, 4 junho, 2020

A longevidade dos negócios de família

Leia Também

Prefeitura de Vila Velha e BNDES firmam parceria para modernizar parque de iluminação da cidade

Inicialmente, o sistema substituirá as 35 mil luminárias em toda a cidade, com lâmpadas com tecnologia de LED, além de telegestão, instalação de tecnologia de monitoramento remoto das luminárias.

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Produtos com até 50% no Dia Livre de Impostos

E por conta da pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos inovaram. Neste ano, o Dia Livre de Impostos será on-line.

Sindiex tem novo presidente

Sidemar Acosta, que era o primeiro vice-presidente, passou a assumir a presidência, tendo como vices os executivos Agnaldo de Assis e Erimar Trindade.

Segundo dados do IBGE, negócios de família representam 90% dos empreendimentos brasileiros e geram 65% do PIB

No entanto, o índice de mortalidade dessas empresas com o passar das gerações é bastante alto. Apenas 30% sobrevivem à transição para a segunda geração e não mais do que 4% passam da terceira geração.

Toda empresa familiar é um sistema complexo formado pela co-existência de três dimensões: família, propriedade e gestão, cada uma com interesses próprios. Quando perguntamos às famílias o que mede o seu sucesso, as respostas mais frequentes são a união, o amor e o bem-estar dos seus membros. No aspecto da propriedade, as métricas mais lembradas são a distribuição de dividendos e o retorno sobre o investimento. Já a gestão busca a melhoria contínua de performance da empresa. Quando esses interesses colidem, gera-se tensão na empresa que, se não for tratada corretamente e a tempo, acabará comprometendo a sua sobrevivência no longo prazo.

É preciso harmonizar esses interesses tão conflitantes e fazer desse alinhamento um motor de crescimento do negócio ao longo das gerações da família.

A tarefa não é simples e passa pelo êxito com que a família empresária abordará cinco pilares essenciais: a coesão familiar, a governança familiar, o desenvolvimento de familiares preparados e contributivos, a governança corporativa e a gestão eficaz.

A coesão familiar trata da união da família em torno dos valores e objetivos da organização familiar. O diálogo é o instrumento para alinhar expectativas e trabalhar os pontos de desconforto, visando o fortalecimento dos laços afetivos e a aposta efetiva no negócio.

O segundo pilar – a governança familiar – destina-se a manter saudáveis os vínculos entre os membros da família e entre esta e o negócio. É recomendável a implementação de um protocolo familiar, que permite a antecipação e planejamento de diversas situações que certamente surgirão em algum momento dessa relação. Pode-se também estruturar um Conselho de Família, destinado a promover o diálogo e decisões sobre as expectativas e condutas dos familiares, zelar pelas histórias e valores familiares, incentivar a integração e a união familiar, definir os limites entre os interesses da família e da empresa, apoiar o desenvolvimento e educação dos membros da família e estabelecer as diretrizes para a proteção patrimonial.

O desenvolvimento de familiares preparados e contributivos forma o terceiro pilar. Os familiares precisam desenvolver a identificação com o negócio e as competências técnicas e comportamentais necessárias para se responsabilizarem pelo futuro da empresa, na gestão ou como acionistas.

O quarto pilar é o da governança corporativa, que tem como propósito estabelecer limites formais entre a gestão dos negócios e a família. Uma boa prática é a instituição de um conselho consultivo, que auxiliará na formulação de diretrizes estratégicas, assistirá a diretoria na sua execução e poderá, ainda, apoiar o processo de sucessão, que é um tema altamente sensível em famílias empresárias e que precisa ser abordado com planejamento e profissionalismo..

O quinto pilar – a gestão eficaz – trata da adoção das melhores práticas de gestão que levem à geração de resultados positivos continuamente e no longo prazo. Também é fundamental ter um time altamente competente, que atenda as demandas do negócio e que seja alinhado com os propósitos, valores e objetivos da família empresária.

O sucesso e a longevidade da empresa familiar não vêm com manual de instruções. Dar conta de todos esses desafios só é possível quando a família se profissionaliza e se transforma em verdadeira família empresária.

Para falar sobre o assunto, nesta quinta-feira (09), Adriano Salvi e Danielle Quintanilha ministrarão a palestra “A longevidade nas empresas familiares e sucessão familiar”, no auditório da Rede Gazeta, em Bento Ferreira. Inscrições aqui


Adriano Salvi é conselheiro de administração certificado pelo IBGC, professor convidado da Fundação Dom Cabral e sócio da Vix Partners Consultoria e Participações

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Adidas informa que dois terços de suas lojas em todo o mundo já reabriram

As taxas de abertura das lojas da Adidas na América do Norte e América Latina ainda estão significativamente abaixo de 50%.

Pedidos de falência no Brasil sobem 30% em maio ante abril, afirma Boa Vista

As taxas que medem os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas aumentaram bem mais na comparação mensal: 68,6% e 61,5%, respectivamente.

Campanha incentiva consumo de vestuário no Espírito Santo

A indústria têxtil sempre foi representativa na economia capixaba. Por isso, a campanha “Moda Capixaba: Eu apoio. Eu compro. Eu uso." incentiva as marcas locais e o consumidor a valorizá-la.

Vida Capixaba

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.
Continua após publicidade