Musical de São Paulo chegará a Vitória neste fim de semana

Foto: Georgia Branco

Simbolizando os vários ritos de passagem na vida de uma criança, “Festa” acompanha alguns aniversários da personagem Margarida

A Banda Mirim, de São Paulo, chega à Vitória para apresentar seu novo espetáculo, “Festa”, neste domingo (26), às 17 horas, no Centro Cultural Sesc Glória, como destaque da programação do Aldeia Sesc de Artes.

A história acompanha alguns aniversários da personagem Margarida, que durante a festa cresce, vira adolescente, adulta e depois uma velhinha. A sequência de aniversários pretende celebrar com a plateia os impactos, as aventuras, as alegrias e as transformações da passagem do tempo, atingindo assim não só o público infantil, mas todas as idades.

“Nosso desafio foi criar um espetáculo acessível e inusitado, sem palavras, buscando formas de expressividade no humor e no trabalho corporal, criando personagens bem delineados por uma dramaturgia interna, de emoções, gestos, ações e formas. As canções, compostas com o intuito de darem suporte a esta dramaturgia, surgem como elementos essenciais para o entendimento da trama”, explica o diretor Marcelo Romagnoli.

As 13 músicas, executadas ao vivo, alternam composições inéditas, originais e músicas de espetáculos anteriores do grupo e assumem a função de narrar a história, mostrando que a infância nunca nos abandona, não interessa a idade. Os figurinos são cheios de detalhes e graça e junto com o grande bolo giratório do cenário, ajudam a marcar a passagem do tempo, criando simbologias eficientes que envolvem totalmente a plateia.

Comemorando a vida, o encontro e o tempo, a peça vai além do entretenimento, cativando crianças e acessando as memórias afetivas dos adultos de forma poética e lúdica, reforçando o papel essencial do teatro para a formação emocional do cidadão. O espetáculo tem luz e cenografia de Marisa Bentivegna, figurino de Fabio Namatame e em cena estão Claudia Missura, Alexandre Faria, Tata Fernandes, Simone Julian, Nina Blauth, Lelena Anhaia, Olívio Filho, Nô Stopa e Edu Mantovani.

Uma das cenas do espetáculo. – Foto: Georgia Branco

O rico universo de Festa será também apresentado com exclusividade para os alunos das escolas públicas de Vitória em sessão gratuita marcada para acontecer no dia 28 de maio, terça-feira, às 15 horas, também no Sesc Glória. O agendamento de escolas participantes poderá ser feito pelo e-mail [email protected]

Encontros e doações

A Banda Mirim não fica só no palco, vai realizar um encontro artístico com grupos de teatro, músicos, estudantes de artes cênicas e agentes locais dedicados às artes para crianças e jovens, também no Sesc Glória.

Além deste encontro para promover o intercâmbio, a reflexão e o pensamento crítico acerca da criação teatral para a infância e juventude no país, o grupo ministrará a oficina “Práticas Criativas da Banda Mirim” para arte-educadores, estudantes de artes cênicas, música, iniciados e interessados no universo pedagógico infantil, a fim de disseminar seus modos de criação teatral e musical desenvolvidas ao longo dos 15 anos de trajetória.

Outras ações do grupo são doação de CDs, livros e revistas da Banda Mirim às escolas públicas, instituições, associações comunitárias, grupos de teatro, artistas participantes dos encontros, músicos e entidades envolvidas nas cidades visitadas.

E tudo isso por conta do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, que é uma seleção pública com objetivo de contemplar projetos de circulação de espetáculos teatrais não inéditos, em parceria do Ministério da Cultura. No último edital foram investidos R$ 15 milhões e escolhidos 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do país, com apresentações em todos os estados.

O grupo

Especialista em criar espetáculos que mesclam teatro, música e circo para crianças e jovens, a Banda Mirim completa 15 anos de trajetória em outubro deste ano e contabiliza cerca de 200 mil espectadores, quatro CDs, três livros, cinco DVDs, três especiais para televisão, duas revistas, uma série em jornal e algumas Mostras de Repertório.

Com destaque no cenário nacional com seus espetáculos para toda a família – além das atividades formativas e extensa produção de material artístico – seu repertório vivo conta com os musicais “Felizardo” (2004); “O Menino Teresa” (2007); “Sapecado” (2008); “Espoleta” (2010); “Rádio Show” (2011); “A Criança Mais Velha do Mundo” (2011), “O Fantasma do Som” (2013), “Festa” (2014) e “Buda” (2017).

Recebeu 28 importantes prêmios do setor, diversas indicações e foi contemplada em editais municipais, estaduais e federais, participando dos mais significativos Festivais e eventos culturais do Brasil com excelentes críticas em apresentações concorridas.

Ao completar 10 anos, foi eleita pela Associação Paulista de Críticos de Arte com o Grande Prêmio da Crítica – APCA 2014, conquistou o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para a Cultura na Categoria Arte para Crianças e foi finalista ao 26º Prêmio da Música Brasileira com os CDs Primeira Cartilha e Segunda Cartilha.

 

Conteúdo Publicitário