24.9 C
Vitória
sábado, 15 junho, 2024

Lula e ministros se reúnem para discutir ações no RS

Segundo comunicado da Presidência da República, a reunião serviu para discutir ‘ações de recuperação para o Rio Grande do Sul’

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, teve reunião, na manhã desta segunda-feira, 6, com ministros para tratar de ações do governo federal para a recuperação do Rio Grande do Sul. Ainda nesta segunda, a gestão prevê anúncios de auxílio ao Estado.

A reunião ocorreu fora da agenda da Presidência da República e reuniu, dentre outras autoridades, os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, da Casa Civil, Rui Costa, do Planejamento, Simone Tebet, das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e da Advocacia-Geral da União, Jorge Messias. Mais cedo, Rui Costa havia se reunido com representantes da Fazenda, Planejamento, SRI e AGU para tratar do tema.

- Continua após a publicidade -

Inicialmente, estava prevista a participação de Lula em evento de assinatura de convênios entre Itaipu Binacional, governo do Pará e prefeitura de Belém para a cidade sediar a 30ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima, a COP 30, em 2025. Contudo, a presença do presidente foi cancelada para tratar dos encaminhamentos da situação do Rio Grande do Sul.

Em publicação no X, antigo Twitter, Lula disse que a reunião desta segunda com ministros tratou das “ações de recuperação para o Rio Grande do Sul, assim como o que precisa ser feito para a reconstrução do Estado quando for possível, com todas as pessoas resgatadas e quando a água estiver baixando”.

“Estamos também com os ministros Paulo Pimenta e Waldez Góes, que seguem no Rio Grande do Sul, e todo o trabalho das Forças Armadas no resgate de milhares de pessoas nessa emergência no Rio Grande do Sul”, escreveu o chefe do Executivo.

As chuvas que atingem o Estado estão provocando paralisações nos serviços de água, energia e telefonia, bem como danos nas rodovias e alterações no tráfego, de acordo com informações compiladas pelo governo estadual em boletim das 18h deste domingo, 5.

De acordo com o registro, 854.486 pessoas estão sem abastecimento de água, segundo informou a Corsan. O montante equivale a 27% do total de endereços atendidos pela concessionária. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA