22.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Exportações do agro tem recorde de US$ 15,24 bi em abril

O crescimento das exportações no último mês foram impulsionadas pelos embarques dos setores sucroalcooleiro, carne bovina, café, algodão e celulose

As exportações brasileiras de produtos agropecuários alcançaram US$ 15,24 bilhões em abril deste ano, informou o Ministério da Agricultura, em nota. O valor, recorde para o mês, é 3,9% superior ao obtido em igual período do ano passado, o equivalente a um aumento de US$ 570 milhões. O setor respondeu por 49,38% dos embarques totais do País no mês.

Na nota, a pasta atribui o resultado recorde, sobretudo ao aumento de 17,1% no volume embarcado de produtos agropecuários. Já os preços médios dos produtos recuaram 11,3%, o que limitou o avanço da receita gerada com as exportações.

- Continua após a publicidade -

Na avaliação da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais da pasta, o crescimento das exportações no último mês foram impulsionadas pelos embarques do setor sucroalcooleiro (exportação de US$ 1,07 bilhão, +77,6%), carne bovina in natura (de US$ 1,04 bilhão, +69,2%), café, algodão não cardado nem penteado e celulose. Em relação à carne bovina, os embarques atingiram recorde de 236,77 mil toneladas em abril, puxado sobretudo pela maior demanda chinesa, segundo o Ministério.

De grãos, o País comercializou ao exterior 18,5 milhões de toneladas em abril, 6,7% mais na comparação anual.

A soja respondeu pela maior parte das exportações do agronegócio, somando 14,70 milhões de toneladas embarcadas – 362,4 mil a mais que em abril de 2023 e terceira maior quantidade registrada em um mês em toda a série histórica.

Acumulado

Nos primeiros quatro meses do ano, as exportações do agronegócio brasileiro atingiram o recorde para o período, de US$ 52,39 bilhões, valor 3,7% superior ao obtido de janeiro a abril do ano passado. O resultado deve-se à alta de 14,8% no volume embarcado, enquanto o índice de preço recuou 9,6%.

Os produtos que mais cresceram nas exportações no acumulado do ano foram: açúcar de cana em bruto (+US$ 2,41 bilhões); algodão não cardado e não penteado (+US$ 1,36 bilhão); café verde (+US$ 958,32 milhões); carne bovina in natura (+US$ 814,62 milhões) e açúcar refinado (+US$ 589,73 milhões).

Juntos, esses produtos avançaram em US$ 6,13 bilhões em exportações.

As exportações do agro no acumulado do ano representaram 48,1% do total embarcado pelo País no período.

De janeiro a abril, as importações de produtos agropecuários cresceram 11,8% em relação a igual período do ano anterior, para US$ 6,361 bilhões, equivalente a 7,8% do total internalizado pelo País no intervalo.

Com isso, o saldo da balança comercial do setor ficou positivo em US$ 46,032 bilhões frente aos US$ 44,831 bilhões dos quatro primeiros meses de 2023. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA