28 C
Vitória
terça-feira, 14 julho, 2020

Isolamento social: cuidado redobrado com as crianças em casa

Leia Também

Resultado do Sisu para o 2º semestre de 2020 será divulgado nesta terça-feira

De acordo com o MEC, 424.991 mil estudantes disputam 51.924 mil vagas. Saiba mais! Por Redação (AE) O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira, 14,...

Covid-19: Brasil chega a 1,88 milhão de casos

Até o momento, 1.154.837 de pessoas se recuperaram da doença. Saiba mais! Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil chegou...

Ensino híbrido: conheça a tendência escolar para o mundo pós-pandemia

O chamado blended learning crescerá após pandemia, diz especialista. Saiba mais! Com o surgimento da pandemia da covid-19, da noite para o dia professores e alunos...

Dizem que criança em casa é bagunça na certa. Mas, diante do cenário de pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a permanência dos pequenos dentro de suas residências virou sinônimo de cuidado

Com tanto tempo livre, haja cuidado! Nesse período pode aumentar a incidência de acidentes domésticos, como quedas que podem acabar em traumas dentais e prejudicar a saúde bucal, além de má alimentação que pode deixar os pequenos com o peso inadequado. Nesse caso, alguns cuidados devem ser tomados.

A dentista Catarina Riva defende que o ideal é os pais supervisionarem as brincadeiras dos filhos para evitar que aconteçam acidentes, mas se houver traumas dentais nem tudo está perdido.

“Quando ocorre lesões nessa área, o primeiro passo é lavá-las com soro fisiológico. Em caso de quebra ou perda total do dente, a recomendação é que o responsável guarde o fragmento do dente em um frasco com água ou leite e leve ao dentista com a criança, pois em alguns casos há a possibilidade de reimplante. Mas, como estamos em uma situação especial, o ideal é tentar entrar em contato com o dentista para que ele possa guiá-lo ”, aconselha ela.

criança
Os dentes das crianças são mais frágeis. Se forem quebrados, o dentista deve ser consultado imediatamente. – Foto: Reprodução

A alimentação também pode ser alterada nesse período de reclusão e prejudicar a saúde das crianças. Um sorvete, uma sobremesa não faz mal a ninguém, contudo é preciso ter cautela. De acordo com o pediatra Jovarci Motta, a dieta deve ser balanceada e compatível com a idade.

“É importante evitar alimentos processados, ricos em açúcar e gorduras saturadas, considerando o nível de atividade e condições socioeconômicas da criança”, diz. O médico reforça que os pais devem estar atentos aos horários das refeições;

Doces

A dentista Catarina Riva informa que o excesso de doces pode ser prejudicial à gengiva e aos dentes, especialmente quando não há a devida higienização. Segundo ela, esse descuido pode até provocar o aparecimento de cáries.

“Existem diversas bactérias na boca que, ao se misturarem com açúcares  e restos de alimentos, formam a placa bacteriana. Quando essa placa não é removida pela escovação e uso do fio dental, ela acaba produzindo ácidos que irão corroer as primeiras camadas do dente, o que repetido muitas vezes, irá ocasionar em cáries”, revela a especialista.

Catarina Riva ainda comenta que o perigo está naqueles alimentos que grudam mais facilmente nos dentes, como, por exemplo, bolo e balas de goma. “A quantidade de açúcar não é necessariamente o vilão, mas sim os alimentos que ficam presos entre os dentes e o tempo de intervalo entre uma escovação e outra, porque quanto mais se demora para retirar esses alimentos da boca, mais propenso de ter cáries. Por isso, é necessário sempre lembrar às crianças da escovação. Se possível, acompanhá-las durante esse momento”, ressalta.

doces
O consumo excessivo de doces pode provocar cáries. – Foto: Divulgação

De toda a forma, é preciso ter muito cuidado para que os descuidos não prejudiquem os pequenos. Além de evitar alimentos muitos doces, manter a rotina de limpeza bucal é fundamental.

Exercícios físicos

Jovarci Motta também destaca que é importante estimular a criança a praticar atividades físicas. Mas como fazer isso no isolamento social? Ele destaca que crianças sedentárias podem desenvolver doenças como, por exemplo, a diabetes. Para evitá-las, o médico dá algumas dicas.

“Existem várias formas de desenvolver a criatividade e a melhorar a saúde da criança. Pular corda em um quintal, por exemplo, organizar uma caça ao tesouro doméstico que tente cobrir todas as áreas da casa, com uma recompensa saudável, criar uma pista de obstáculos divertida e com segurança são algumas das formas que os pais podem se divertir com os filhos durante o isolamento social”, finaliza.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Chefe ou líder? O que você é?

Entende-se que uma das características mais importantes de um líder é desenvolver uma equipe que seja capaz de funcionar sem ele

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Feirão Limpa Nome: seis passos antes de renegociar!

Mas antes de ir para a etapa de negociações é importante que o consumidor conheça seus números e faça uma faxina financeira.

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Vida Capixaba

Desafios do mercado audiovisual será tema de live

No bate-papo virtual também vão estar em pauta os desafios do mercado audiovisual e a experiência de Abel Santana no mundo das artes.

Mães à beira de um ataque de nervos

Não há descanso para as mamães, em casa, durante a pandemia Por Letícia Vieira Patrícia achou estranho o silêncio repentino, fazia meses que aquilo não acontecia:...

Escolas de Vila Velha são notificadas por não dar descontos nas mensalidades

As instituições privadas de ensino que não estão aplicando o desconto previsto na Lei Estadual nº 11.144/2020, válida a partir do dia 19 de junho.

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...
Continua após publicidade