23.2 C
Vitória
sexta-feira, 22 janeiro, 2021

Mesmo em isolamento social, cuide do corpo!

Com o isolamento social para conter a transmissão do novo coronavírus, muitos hábitos mudaram. Por isso, fique atento a como cuidar do corpo, sem sair de casa

A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) requer novos hábitos da população. Seja para o trabalho, ter contato com os amigos e a família ou mesmo abastecer a dispensa. Muita coisa mudou e, entre elas, o modo como devemos cuidar do corpo pele nesse período, afinal, as clínicas de dermatologia e salões deram uma pausa no atendimento para resguardar a saúde dos funcionários e pacientes.

Portanto, o primeiro cuidado para se ter com a pele, caso já esteja em andamento com algum tratamento é seguir a recomendação médica. “Há casos em que a continuidade depende muito dos produtos para uso doméstico. Quem fez algum procedimento e tem recomendações para casa não pode deixar de lado”, explicou a dermatologista Karina Mazzini.

Quem está em casa, mesmo que no home office, tende a ficar mais descalço. “Com isso, é possível que a região dos pés fique mais grossa. Sem cuidados, pode virar até rachadura”, alertou Mazzini. Ela recomenda fazer uma esfoliação caseira com pedra pomes e, depois, um escalda pés com hidratante. “São atitudes simples que vão ajudar muito nesse tempo de reclusão”, diz.

rosto lavado
Lavar o rosto com págua fria evita a oleosidade. – Foto: Reprodução

Para o rosto, uma sugestão é lavá-lo ao acordar com água gelada. Essa hábito tem um efeito revitalizador sobre a pele e fecha os poros, diminuindo as chances de ficar com rosto oleoso durante todo o dia. “Evite água quente. Agora e sempre!”, pontuou Karina Mazzini.

E muito cuidado com a luz da televisão e do computador. Nesse período, é normal a exposição demasiada a esses aparelhos. Mas engana-se quem pensa que os raios emitidos são inofensivos. “Podem causar ou intensificar as manchas na pele. Por isso, mesmo que em casa, use protetor solar”, recomendou a dermatologista Karina Mazzini.

Cabelos

Quando o assunto é beleza, logo pensamos em cabelos, certo? Para a terapeuta capilar naturalista Paula Breder, além de toda limpeza que está sendo orientada por médicos e governo, não podemos nos esquecer das madeixas.

“O ideal é que caso a pessoa necessite sair de casa, seja para ir ao supermercado ou farmácia, ou até mesmo quem precisa trabalhar – que opte por usar o cabelo preso – caso seja comprido – e assim que chegar em casa lave o mesmo”, explica.

Atente-se também a quantidade de lavagens. “Sempre indicamos que os cabelos sejam lavados três vezes por semana, mas neste caso específico é melhor prevenir e deixá-los limpos sempre” garante.

Sono

Vamos combinar. No atual momento está difícil conseguir dormir direito com tantas incertezas e preocupações, mas a presidente da Associação Brasileira do Sono – regional Espírito Santo, Jéssica Polese, reforça que noites mal dormidas podem ser sinônimos de mais rugas, aumento na quantidade de manchas e flacidez no rosto.

Ela explica que dormir de sete a oito horas por dia permite que o organismo elimine com mais facilidade os radicais livres e as toxinas que causam o envelhecimento precoce e até tumores.

“É durante o sono profundo também que o organismo libera o GH, hormônio do crescimento responsável por ajudar a manter o tônus muscular, garantir vigor físico e evitar o acúmulo de gordura”, ressalta a especialista em Medicina do Sono.

Você pode se cuidar com ingredientes que tem em casa:

Existem certos cuidados que podem ser feitos sem sair casa, como mascaras faciais com ingredientes caseiros. “Com produtos naturais conseguimos diferentes efeitos sobre a pele: esfoliação, hidratação, limpeza, ente outros”, afirma a dermatologista Irene Baldi.

Para hidratar, refrescar e desinchar, a dica da dermatologista é bater um pepino médio com 100 ml de água gelada no liquidificador e aplicar na pele do rosto por 10 minutos. “O pepino é fonte de muitas vitaminas importantes, como a C, a B5, potássio, magnésio, fibras e antioxidantes”, diz ela.

Além disso, Irene recomenda a esfoliação da pele uma vez por semana. “Alguma peles são mais sensíveis que outras, então tenha cuidado com a intensidade dos movimentos e o ingrediente que você vai utilizar na esfoliação.”, alerta a médica.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Hospital Santa Rita de Cássia readéqua leitos para pacientes com Covid-19

O hospital Santa Rita de Cassia readéqua o número de leitos para pacientes com covid-19 no Estado. A Informação foi dada pelo próprio hospital

Cuidar-se não lhe faz menos homem

Estima-se que para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no Brasil 65.840 novos casos de câncer de próstata

Campanha promove dia d de vacinação contra sarampo e influenza neste sábado em SP

A vacinação acontece até o dia 31 de agosto, e é direcionada ao público de 6 meses a 49 anos de idade.

Crianças estão deixando de ir a consultas e tomar vacinas durante pandemia

Segundo o levantamento da Febrasgo, 61% dos pediatras relataram queda acentuada no número de consultas e 73% disseram que as crianças deixaram de ser vacinadas no período da pandemia

Sintomas de fibromialgia podem ser acentuados durante isolamento

Uma dor perturbadora. Assim é definida a fibromialgia por aqueles que sofrem dessa doença. A síndrome que atinge cerca 2,5% da população brasileira, segundo a...

Pesquisadores vão estudar medicamentos para HIV e hepatite C contra covid

No estudo, os pesquisadores querem verificar a eficácia dos tratamentos para reduzir a carga viral

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Série histórica mostra ocupação hoteleira durante a pandemia

Já estão disponíveis no Observatório do Turismo os dados relativos à taxa de ocupação hoteleira relativa ao ano de 2020, nos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra

Sicoob inicia 2021 com recordes de movimentações financeiras

Instituição tem atuado para facilitar acesso a produtos e serviços financeiros aos seus mais de 5 milhões de cooperados

Concessão da Codesa: o que muda!

A Federação das Indústrias do Espírito Santo promoveu uma audiência para esclarecer o setor produtivo sobre o processo de desestatização da Codesa, a Companhia Docas do ES

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Vida Capixaba

Queijos: segunda maior agroindústria capixaba

Queijos com adição de especiarias e ervas finas, com recheio de geleias de frutas, doce de leite e embutidos, ou até defumados, são algumas versões de queijos capixabas que demonstram a potencialidade do setor

Prêmio de fotografia ‘As belezas que Anchieta viu’

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) divulgou, nesta terça-feira (19), o resultado do prêmio de fotografia “As belezas que Anchieta viu”

Novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Oito novas espécies de insetos foram descobertas na região norte do Espírito Santo
Continua após publicidade