24.4 C
Vitória
quarta-feira, 24 DE julho DE 2024

Governo traça planejamento para o turismo até 2035

Rota Estratégica do Turismo 2035 foi lançada na última segunda-feira com a participação de membros do Governo do Estado e entidades ligadas ao setor

Por Robson Maia

De olho no fomento ao turismo como resposta aos impactos da Reforma Tributária, aprovada no Senado Federal na última semana, o governo do Estado lançou, na última segunda-feira (13) a “Rota Estratégica para o Futuro do Espírito Santo – Turismo 2035”. O projeto elaborado pela Secretaria do Turismo (Setur), em conjunto com outras entidades, como a Fecomércio-ES, define as ações até a metade da próxima década.

- Continua após a publicidade -

O documento apresentado traça as ações futuras para o segmento do turismo capixaba, com a identificação das barreiras e entraves do crescimento do setor e uma agenda mais sólida de ações para o planejamento de políticas públicas futuras.

Governo traça planejamento para o turismo até 2035
Projeto foi construído com a participação de membros de diversos setores – Foto por Hélio Filho/Secom

Foram apontadas 221 ações nos eixos de Infraestrutura, Mercado, Políticas Públicas e Privadas e Recursos Humanos e Inovação. As etapas do trabalho foram divididas em ações preparatórias, inteligência coletiva e sistematização de conteúdos com ações de curto, médio e longo prazos, cujo principal objetivo é posicionar o Espírito Santo como um destino que ofereça experiências turísticas sustentáveis, garantindo a integração, o desenvolvimento e a diversidade capixaba, conforme destacado no texto.

“A partir desta segunda-feira, estamos fazendo a divulgação do Estado no Brasil todo. O planejamento para nosso setor até 2035, quando iremos comemorar os 500 anos de colonização do solo espírito-santense. Nem todo investimento é para o turismo, mas acaba sendo fundamental para este segmento, como o engordamento da Praia de Meaípe, a nova Ciclovia da Vida, o retorno do Aquaviário, as melhorias nas orlas de várias cidades, como Piúma, Iriri, Castelhanos e a Lagoa do Meio em Marataízes”, lembrou o governador Renato Casagrande.

O diretor geral da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Roberto Campos de Lima, destacou a parceria entre várias entidades na construção do projeto, que contou com a participação do Sebrae e do Sistema Fecomércio/ES.

“Isso ressalta o alto nível de articulação que há entre o setor público e produtivo aqui no Estado. São iniciativas como esta que consolidam os propósitos das nossas instituições de desenvolverem o Espírito Santo”, apontou.

Ao todo, 179 especialistas do trade turístico, da academia, do terceiro setor e do Governo participaram da elaboração do documento que resultou na Rota Estratégica do Turismo.

“Vivemos um momento ímpar para o turismo no Espírito Santo. O Sistema Fecomércio – Sesc e Senac – vem contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Estado, em parceria com o Governo, por meio de ações cada vez mais estratégicas e impactantes.

A Rota Estratégica do Turismo 2035 vem definir projetos que devemos trilhar, de forma ampla e participativa, para que o Espírito Santo esteja entre os principais e mais conhecidos destinos turísticos do Brasil”, comentou o presidente do Sistema Fecomércio/ES, Idalberto Moro.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA