23.2 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Felipão se irrita e ironiza sobre desempenho do Atlético-MG

“O técnico é ruim. É isso que você queria dizer? Eu já disse. A gente tem trabalhado. Não adianta falar nada diferente”, comentou o treinador

O momento do Atlético-MG não é bom. Sem vencer há 10 partidas, sendo nove delas com Felipão como treinador, a equipe mineira despencou na tabela do Brasileirão e perdeu para o Palmeiras o primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, em casa. Após a derrota para os paulistas na competição continental, o treinador perdeu a paciência com as perguntas dos jornalistas na coletiva.

“O técnico é ruim. É isso que você queria dizer? Eu já disse. A gente tem trabalhado. Não adianta falar nada diferente. Temos que trabalhar. Jogamos hoje com um sistema no primeiro tempo, um segundo sistema no segundo tempo, tivemos poucas oportunidades no jogo. A bola não entra. Tivemos a grande oportunidade do jogo e a bola foi em cima do goleiro. É trabalhar para ver se muda. Esperar para ver se muda no próximo jogo”, comentou o treinador.

- Continua após a publicidade -

Em outro momento da coletiva, Felipão foi lembrado do aproveitamento da equipe desde que chegou ao time. Com menos de 15% dos pontos conquistados, Felipão ouviu do repórter que o Atlético-MG seria um dos times rebaixados se mantivesse essa campanha e o técnico rebateu.

“Vai ser então. Se essa é a campanha. Por enquanto, não estamos rebaixados. Mas, provavelmente, será (rebaixado). O grupo tem trabalhado, tem feito o melhor. E eu não tenho conseguido, não tenho conseguido as vitórias. Eles sentem o que sinto. Vamos trabalhar as coisas para o melhor. Se não for para o melhor, vai para o sentido que você está colocando”, ironizou.

Até o momento, o treinador conseguiu quatro empates e perdeu cinco vezes. No Brasileirão, o time de Belo Horizonte deixou o G4 e atualmente está na 13ª colocação, seis pontos acima da zona de rebaixamento. Na Libertadores, a equipe de Belo Horizonte foi derrotada no jogo de ida das oitavas de final, mas o treinador ainda acredita que é possível se classificar.

“Palmeiras tem vantagem, mas não tem nada decidido. Temos 90 minutos para jogar. E sabemos que temos condição que, com dificuldades, temos capacidade para classificar. Esse é o nosso trabalho, dos jogadores, dedicarem sim, como eles estão fazendo para que essa fase seja superada”, finalizou. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA