24.9 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Estado conta com 129 drones em operações de vigilância e salvamento

Investimento de drones para polícia, bombeiros e meio ambiente passa dos R$ 4,5 milhões

Por Rafael Goulart

O Governo do Estado já colocou em operação 129 drones para auxiliar na defesa civil, segurança pública e fiscalização ambiental. Os equipamentos estão em uso pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo.

- Continua após a publicidade -

No Idaf, os drones são usados para chegar a lugares de difícil acesso para monitorar os crimes ambientais, produzir provas documentais por meio de fotos e vídeos, identificar pragas agrícolas e para agilizar na regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais. 

O Instituto já conta com 65 drones em operação, dos quais 50 foram adquiridos pelo Governo com um investimento de R$ 604 mil, outros 14 foram doados pelo Ministério Público Estadual e outro (1) pela EDP Escelsa.

“Já houve registros de casos em que só foi possível identificar áreas desmatadas, com o uso de drones… Quem cometer crime ambiental no Espírito Santo, será certamente identificado com a ajuda deste equipamento e não ficará impune”, explica o diretor-presidente do Idaf, Leonardo Monteiro.

Já a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) conta com 38 aeronaves de controle remoto, que custaram R$ 3.889.310,00 financiados pelo BNDES e são usadas em patrulhamento, buscas e monitoramento.

E o Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES) dispõe de 12 drones adquiridos com verba do Fundo Estadual de Segurança Pública em um investimento de R$ 225.558,60.

Os equipamentos foram distribuídos para as unidades operacionais e são utilizados em diversos tipos de ocorrências, incluindo o monitoramento de incêndios de grandes proporções, buscas por vítimas de afogamento ou desastres como desabamentos e deslizamentos, bem como de pessoas perdidas em áreas de difícil acesso, como matas. A Defesa Civil Estadual também utiliza os drones para mapear áreas de risco e regiões atingidas por desastres naturais.

Para fechar a “esquadrilha estadual”, O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) tem, ao todo, 14 drones de modelos e tecnologias diversas, com câmeras para o espectro visível e termal, que são usados para treinamento, fiscalização, atendimento a acidentes ambientais, controle ambiental, educação ambiental, divulgação das unidades de conservação, monitoramento e geoprocessamento.

Tecnologia de Ponta

O diretor-técnico do Idaf, Janil Ferreira, explica que foram adquiridos dois drones de alta tecnologia embarcada.

“Um será utilizado para levantamento aerofogramétrico de precisão, destinado às atividades de topografia e regularização fundiária. Ele poderá substituir aquele trabalho de campo ponto a ponto que o topógrafo tradicional faz, por uma imagem aérea da qual se pode subtrair a mesma informação”, detalhou.

“Já o segundo veio com câmera multiespectral e será utilizado na defesa e inspeção vegetal, em especial no controle de pragas. As câmeras são capazes de filtrar diferentes comprimentos de onda de luz, o que não seria possível a olho nu. Com isso, é possível identificar alterações na folhagem das plantas de uma lavoura, favorecendo o diagnóstico ágil e preciso de eventuais pragas e doenças”, concluiu Ferreira.

Curso para empreendedores

A prefeitura da Serra abriu vagas para cursos de Impressão 3D, Realidade Aumentada e Drones. A proposta tem foco em capacitar empreendedores na utilização de ferramentas de gestão.

Os interessados podem se escrever no link: https://linktr.ee/inovavila.ifes_

A iniciativa é fruto de uma parceria entre os projetos Polo Inova Serra e Espírito Santo Empreendedor.

“É uma excelente oportunidade para o empreendedor serrano inovar em seus negócios aprendendo novas tecnologias”, disse Michele Rudio, Diretora de Projetos de Inovação, Ciência e Tecnologia da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Seicit). 

Confira os dias e horários dos cursos oferecidos:

  • Sábado (12) – Realidade Aumentada, das 9h às 17h
  • Sexta (18) – Impressão 3D, das 9h às 17h
  • Sábado (26) – Realidade Aumentada, das 9h às 17h
  • Sábado (26) – Drone, das 9h às 15h
  • Sábado (02/09) – Drone, das 9h às 15h

Prefeituras da Grande Vitória

Nos últimos anos, o mundo vivenciou uma popularização dos drones – objetos voadores controlados por controle-remoto.

A tecnologia que primeiro caiu no gosto de aventureiros e exploradores em busca de belas imagens, hoje é uma grande aliada da vigilância pública, seja no combate à crimes, na ajuda em situações de emergências – como desabamentos – ou no auxílio a fiscalização.

Em Vitória, a prefeitura utilizou drones para buscar pontos de foco do mosquito da dengue. A tecnologia foi fundamental para localizar criadouros em locais de difícil acesso.

Já a Secretaria de Meio Ambiente da Serra já fez a aquisição de dois drones para fazer um levantamento fotográfico aéreo do município e auxiliar na fiscalização ambiental e de saneamento.

Ainda na Serra, A Secretaria de Defesa Social (Sedes) está com licitações em andamento para a compra das aeronaves remotas para a Defesa Civil, para o Departamento de Trânsito e para a Guarda Municipal.

A prefeitura de Vila Velha conta com sete drones: quatro estão com a Guarda Municipal, um com a defesa civil, um com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade e outro com a Secretaria de Comunicação.

Os drones da Guarda de Vila Velha são equipados com sensores térmicos e por isso são muito usados no monitoramento de espaços públicos no período noturno. Os equipamentos também são utilizados para auxiliar em operações de busca e salvamento.

A prefeitura de Viana também adquiriu um drone que é usado pela Guarda Municipal na fiscalização de trânsito e de áreas com maiores índices criminais. Já o Departamento de Defesa Civil faz fiscalização com o equipamento visando fiscalizar e monitorar de áreas consideradas de risco.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA