23.3 C
Vitória
sábado, 20 abril, 2024

Entrevista com o Sérgio Vidigal – Prefeito da Serra

“Nossa expectativa é que a Serra passe a ser referência em segurança pública, o que cria ambiência de investimentos, atrai novos negócios e gera empregos”

A Serra é a maior economia do Estado. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) equivale a R$ 25.865.233.650.

Segurança é sempre um grande desafio para os gestores públicos. As melhorias implantadas pela Prefeitura da Serra envolveram reforma completa na central de monitoramento, novas câmeras de vídeo com reconhecimento facial e de placas de carro e ampliação da capacidade de emitir alertas.

- Continua após a publicidade -

A gestão da cidade está empenhando mais de R$ 7 milhões em novos equipamentos, além de se tornar destaque por ser o município onde foram abertas mais vagas de emprego no primeiro semestre de 2022.

Como foi o desempenho da Serra neste ano?

O ano de 2022 foi de eleição e de Copa do Mundo. O ano que, no finalzinho, voltou a ter novos quadros da pandemia. Então, foi um ano de muitas surpresas. O Espírito Santo, graças a Deus, tem tido bons índices em relação aos índices nacionais, e a Serra, consequentemente, tem tido bons índices em relação aos estaduais. Ficou acima das médias estadual e nacional no Produto Interno Bruto e em geração de empregos.

O ano de 2021 foi muito importante para o planejamento de muitas ações. Já em 2022, iniciamos a colheita de algumas dessas ações. A expectativa é que 2023 e 2024 sejam muito mais promissores.

O município fecha o ano com as contas no azul?

Estamos ainda na fase final de complementação, mas a expectativa é que fechemos o ano no azul; e mantermos nossa nota A, que é muito importante para o município. Mesmo tendo conseguido uma autorização da Câmara de Vereadores, no final do ano passado, para fazer uma operação de crédito, a Prefeitura da Serra não precisou utilizá-la. Nos anos de 2019 e 2020, os investimentos eram 55% por meio de empréstimos.

No ano passado, fechamos com 70% de recurso próprio. E, neste ano, 95% de todo o investimento foi feito com recurso próprio. Isso demonstra a saúde financeira da prefeitura, o que nos permite, se necessário, fazer operações de crédito de longo prazo, inclusive internacionais, que têm taxa de juro muito mais baixa e prazo e carência muito maior.

Qual o projeto destaque deste ano?

Nossos projetos destaques estão relacionados às políticas sociais: investimentos em saúde, educação, assistência e segurança. Na saúde, vamos fechar o ano com mais de R$ 300 milhões de investimentos. Na educação, quase meio bilhão de reais. E o investimento que surpreendeu muito a cidade foi aquele feito na segurança. Conseguimos implementar o Cerco Eletrônico, programa muito moderno chamado Olho Vivo, com mais 160 câmeras de videomonitoramento, totalizando 330 unidades, sendo 60 somente para identificar veículos e 10 para reconhecimento facial.

Também estamos disponibilizando aos comerciantes o botão do pânico, e será implantado o videomonitoramento nas unidades de saúde e nas escolas públicas, onde também retomamos os vigilantes e a Ronda Escolar. Nossa expectativa é que a Serra passe a ser uma referência em segurança pública, o que cria ambiência de investimentos, atrai novos negócios e gera empregos. Os números já demonstram isso, a Serra sempre na vanguarda na oferta de novos empregos.

O que se destacou na área da saúde?

Havia um sonho grande da cidade ao longo dos anos. Neste ano, inauguramos o Hospital Materno-Infantil e já passamos de 3 mil partos. Estamos fazendo cirurgias ginecológicas e pediátricas e vamos ampliar muito mais a oferta de serviços. Também implantamos o Centro de Especialidades Médicas, com 60 especialistas. Poucas pessoas sabem, mas a especialidade médica na Região Metropolitana é competência do Governo do Estado. Mas estamos assumindo esse serviço e conseguimos, além de 60 especialistas, garantir 29 mil consultas de oftalmologia por ano. Porque desenvolvimento econômico não tem valor algum se a população não usufruir desse crescimento.

A grande função do gestor público é dar oportunidade a quem não tem condição de comprá-la. Estou tendo o privilégio, a oportunidade, de fazer isso.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA